Mais de 90% dos brasileiro apoiam exame toxicológico segundo o Ibope

Pesquisa IBOPE aponta que, para 93% dos brasileiros, o exame toxicológico deve ser obrigatório para todos os condutores profissionais, independente do meio de transporte, seja ele: rodoviário, ferroviário ou aéreo.

A pesquisa trouxe outro dado revelador. Apesar de o Governo Federal propor o espaçamento dos exames médicos para a renovação da carteira (de 5 para 10 anos), a grande maioria dos pesquisados, 70%, preferem que esses exames regulares sejam realizados de 5 em 5 anos. Atualmente, os motoristas em geral, realizam exames médicos e exames psicológicos para renovação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), a cada cinco anos.

Com objetivo de levantar a opinião da população sobre temas relacionados à realização do exame toxicológico e exames médicos,  a Pesquisa IBOPE teve apoio das seguintes instituições: OAB, SOS Estradas, ONG Trânsito Amigo e ITTS.

CONTEXTO:

Em junho/2019, o presidente Jair Bolsonaro encaminhou um projeto de lei PL 3267/19 ao Congresso que permite eliminar a obrigatoriedade do exame Toxicológico para motoristas de veículos pesados: ônibus, vans e caminhões. Esse exame é obrigatório desde março de 2016, na renovação da Carteira C D e E, e no meio da vigência, entre outras questões que podem tornar o trânsito brasileiro ainda mais inseguro. O Brasil é o terceiro pais que mais mata no trânsito no mundo. Alvo de diversas críticas, o projeto de lei ainda será discutido por algumas comissões, até chegar ao plenário da Câmara e do Senado.

DADOS TÉCNICOS DA PESQUISA:

Número de entrevistados: 2002
Municípios: 144
Sexo: masculino e feminino
Margem de erro: Máxima de dois pontos percentuais, para mais ou menos.