Por Val Oliveira

“Mala sem alça” e “mala de papelão em dia de chuva” são expressões que, na linguagem popular, querem dizer que alguém é chato, inconveniente. E é exatamente isso o que são as malas de viagem quando não estão sendo usadas: inoportunas. Além de terem pouca utilidade fora do período de passeios, geralmente são grandes e guardá-las ocupa espaço dentro de casa, tornando-se incômodas no dia a dia.

conserto-e-aluguel-de-malasPara quem não viaja com frequência, a saída pode ser alugar uma mala quando precisar. A vantagem desse tipo de serviço, além de poupar espaço na casa, é que é possível viajar com malas sempre novas, diferentes e no tamanho adequado para cada ocasião. Outro fator é a economia que o viajante pode fazer: alugar, geralmente é mais barato do que comprar.
Na web, nos vários sites que disponibilizam o serviço de locação, é possível escolher o tamanho, cor, estampa, modelo, tipo de material e até a marca da mala. “É muito menos do que você pagaria pela compra de uma mala. Você viaja com malas sempre novas e de estilo, por uma pequena fração do preço delas. Além disso, não tem dor de cabeça e nem com espaço em casa para guardá-las”, diz informativo da Loc Mala, uma das grandes do segmento.

A Rent a Bag, outra especialista do ramo, destaca que “devido à falta de tempo da maioria das pessoas, praticidade e conveniência caminham lado a lado. Receber em casa uma mala impecável e higienizada, pronta para usar e ainda não ter que se preocupar caso haja algum problema com a mala durante a viagem – uma vez que se quebrar qualquer parte da mala a responsabilidade pelo conserto é toda da Rent a Bag – é um diferencial superimportante”, confirma.

Regras para locação

É importante salientar que cada empresa de aluguel tem suas próprias normas e convém certificar-se de todas elas antes de firmar contrato. Entre as regras que são mutáveis estão as que envolvem questões de avarias e extravios de malas. Contudo, na maioria das empresas os valores variam de acordo com o período de locação e do tamanho da mala. É necessário apresentar comprovante de endereço recente, documento com foto, ser maior de 18 anos e toda a transação pode ser feita online. A mala pode ser retirada pessoalmente ou a entrega ficar à cargo da locadora no dia e local indicado.

Oficina de malas

Viajou e sua mala, seja por excesso de peso, pela “idade” ou porque não foi bem tratada pela companhia aérea, apresentou problemas? Calma que para tudo dá-se um jeito. Aquela “mala de estimação” tem como ser recuperada. Há empresas especializadas em conserto e manutenção e que podem deixar malas, bolsas, sacolas e mochilas usadas “novinhas em folha”. “Trabalhamos com malas rígidas, de tecido ou couro, bem como outros tipos de materiais. E realizamos a reforma de maneira muito rápida, com qualidade e garantia dos serviços”, informa o site da Sapataria Central, de Guarulhos.
Em algumas lojas do segmento é possível ter o reparo executado em menos de 24 horas, bem como fazer o acompanhamento on-line do serviço. É o caso da WBS Services, que além de consertar, aluga malas. “Você pode acompanhar o passo a passo do reparo de sua bagagem em nosso site. É tudo muito simples. Durante esses anos de atuação no mercado, identificamos algumas necessidades de nossos clientes e podemos oferecer desde um aluguel de mala até um conserto em apenas 24 horas”, confirmam.

Links para aluguel e reforma

Conheça algumas empresas que oferecem os serviços:

Aluguel

Aluguel e consertos

Consertos