Menos de 7% do público-alvo tomou a vacina contra o sarampo em Guarulhos

No próximo sábado, 27, das 12h às 18h, a Secretaria de Saúde também realizará uma grande ação de vacinação nos shoppings da cidade - Foto: Divulgação/PMG

A segunda prévia da Campanha de Vacinação contra o Sarampo, que é destinada a jovens de 15 a 29 anos, apontou que apenas 22.796 pessoas – de um total de 335.540 habitantes de Guarulhos nessa faixa etária, segundo estimativa do IBGE – tomaram a vacina na cidade, o que corresponde a uma cobertura de 6,8% do público-alvo. Os números divulgados nesta segunda-feira, 22, pela Secretaria de Saúde contabilizam as doses aplicadas desde o início da campanha, no dia 11, até sábado, 20.

A Campanha de Vacinação do Sarampo vai até o dia 16 de agosto e as doses estão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs). A meta é imunizar indiscriminadamente todos os jovens nessa faixa etária, considerado o público mais vulnerável, uma vez que a maioria não tem o esquema vacinal completo preconizado, que garante a proteção efetiva contra a doença. Para aumentar a cobertura na cidade, os profissionais de saúde da rede estão vacinando em feiras livres, terminais de ônibus, igrejas, escolas e universidades.

No próximo sábado, 27, das 12h às 18h, a Secretaria de Saúde também realizará uma grande ação de vacinação nos shoppings da cidade, que já emitiram parecer favorável: Internacional, Parque Maia, Pátio Guarulhos e Bonsucesso. Ainda estão previstas mais intervenções para a imunização no Aeroporto de Guarulhos e em redes de supermercados, entre outros locais.

Doença altamente contagiosa

Provocado por um vírus altamente contagioso, o sarampo já acometeu 484 pessoas no estado de São Paulo neste ano, sendo 363 somente na Capital. Em Guarulhos, até o momento, foram registrados 19 casos. A única maneira de bloquear a circulação do vírus é por meio da vacinação em massa. Por isso, é muito importante que todas as pessoas que compõem o público-alvo da campanha se protejam. As demais faixas etárias devem procurar uma unidade de saúde para mais orientações.

De acordo com o Programa Nacional de Imunização, a primeira dose da SCR, que previne contra sarampo, rubéola e caxumba, deve ser aplicada quando a criança tem um ano de idade. A segunda, chamada de reforço, é dada aos 15 meses, com a tetraviral, que além das três doenças anteriores protege contra a varicela.

Crianças maiores de sete anos e indivíduos com até 29 anos devem ter duas doses de SCR. Adultos acima de 30 anos e os nascidos a partir de 1960 devem ter pelo menos uma dose da SCR.

*Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Guarulhos