Moradores reclamam da ineficácia do piscinão e de buracos na Vila Galvão

Motoristas, motociclistas e moradores apontaram alguns buracos na avenida Francisco Conde - Foto: Alexandre de Paulo

O piscinão da Vila Galvão, cuja obra teve início na primeira gestão do ex-prefeito Sebastião Almeida (na época PT e depois PDT), concluída na gestão do atual prefeito Guti (PSB) e que consumiu R$ 24 milhões dos cofres públicos, ainda não surtiu o efeito esperado: evitar alagamentos na parte baixa do bairro. O motivo, segundo os moradores, é a falta de conectores para levar a água da chuva ao reservatório. Além disso, muitos buracos causados pelo acumulo de água da chuva têm incomodado motoristas e vizinhos. Questionada desde a manhã desta quinta-feira, 10, a Prefeitura ainda não respondeu ao Click Guarulhos.

Silvia Helena, moradora da Vila Galvão, não poupa críticas ao piscinão e aos buracos na avenida Francisco Conde https://www.clickguarulhos.com.br/moradores-reclamam-da-ineficacia-do-piscinao-e-de-buracos-na-vila-galvao/

Posted by Click Guarulhos on Friday, January 11, 2019

Segundo a empresária Silvia Helena, que mora na avenida Francisco Conde, altura do número 200, em frente ao piscinão, é novidade ter buracos neste trecho. “Há 30 dias não tinha esse buraco. Pra mim foi uma surpresa, porque nesse ponto a gente nunca teve problema; a gente sempre teve muito lá em cima, aqui no meio. Isso tem nos causado muito transtorno.  Toda chuva, isso é efeito da água da chuva, que deveria ir para o piscinão, mas, apesar de terem gasto R$ 24 milhões e demorado oitos anos para inaugurar, a água não vai para o piscinão, porque não fizeram acesso para canalizar a água até o reservatório”, reclamou.

Assim, nos dias de forte chuva, como tem acontecido constantemente neste Verão, toda a enxurrada formada pela água da chuva que desce da parte alta, em vez de ser direcionada para o piscinão, fica acumulada na parte baixa, causando enchentes e abrindo buracos, principalmente na avenida Francisco Conde e no entorno do Lago dos Patos. Cogita-se que ainda sejam necessários mais R$ 5 milhões para que o piscinão se torne eficaz com a  instalação dos conectores.

Resposta Proguaru

Segundo a Proguaru, “o buraco na avenida Francisco Conde, em Vila Galvão, será vistoriado para averiguarmos a responsabilidade da manutenção. Caso seja da empresa, o serviço será inserido em nossa programação. Se não for, a demanda será encaminhada ao SAAE/Sabesp”.

Conserto buraco

“Em atenção à reclamação de leitora do Portal Click Guarulhos, informamos a execução da manutenção do buraco na avenida Francisco Conde (foto abaixo), mais conhecida como rua Vinte Metros”, informou a Assessoria de Imprensa da Proguaru.