Mostra reúne 11 longas e um curta sobre experiências na velhice

Entre 12 e 18 de maio, o CineSesc realiza a mostra EU QUERO, TU QUERES… AFETOS, VELHICES E DESEJOS, quando exibe filmes que revelam diferentes faces da sexualidade e do desejo, muito além da temporalidade e das transformações que o corpo sofre ao longo da vida.

Nesta perspectiva, serão exibidos 11 longas-metragens e um curta, entre eles “Saraband”, de Ingmar Bergman, “Em três atos”, de Lucia Murat, e “Sempre Bela”, de Manoel de Oliveira, com o intuito de despertar a reflexão sobre a diversidade de experiências na velhice.

As sessões acontecem às 15h, 17h30, 19h30 e 21h30 e os ingressos custam de R$ 3,50 a R$ 12. Confira programação.

Gerontophilia

(Gerontophilia, Canadá, 2013, 100 min)
Direção: Bruce LaBruce
Roteiro: Bruce LaBruce e Daniel Allen Cox
Direção de fotografia: Nicolas Canniccioni

Drama romântico. Lake é um garoto de 18 anos que descobre ter uma obsessão por homens idosos. Quando sua mãe, que é enfermeira numa casa de repouso, lhe oferece um trabalho na instituição, ele não hesita em aceitar. Lá, descobre que os pacientes estão sendo medicados com um psicotrópico que os deixa em estado catatônico. Ele então foge com seu paciente favorito, o sr. Peabody, e o acompanha em uma viagem pelas estradas do Canadá, em direção ao mar, resultando em uma aventura inusitada a dois. Exibido nos festivais de Toronto e Veneza.

Quarta-feira, 11/5, 20h30 (sessão de abertura da mostra). Grátis. Retirada de ingressos com 1h de antecedência. Quinta-feira, 12/5, 19h30. Domingo, 15/5, 21h30.

Saraband

(Saraband, Suécia/Dinamarca/Noruega/Itália/Finlânia/Alemanha/Áustria, 2003, 107 min)
Direção e roteiro: Ingmar Bergman
Direção de fotografia: Raymond Wemmenlöv, Per-Olof Lantto, Sofi Stridh, Jesper Holmström e Stefan Eriksson
Elenco: Liv Ullmann, Erland Josephson, Börje Ahlstedt, Julia Dufvenius e outros

Drama. A advogada Marianne decide impulsivamente visitar seu ex-marido, Johan, de quem se divorciou 30 anos atrás. Ele alcançou a independência financeira depois de ter recebido uma herança e assim deixou a universidade onde lecionava e agora vive em uma casa no interior da Suécia. Ao chegar, ela testemunha o relacionamento atormentado entre Johan, seu filho Henrik e sua neta Karin, de 19 anos. Incapaz de lidar com a morte da esposa, que faleceu há dois anos, Henrik expressa sua dor através de uma nada saudável obsessão pela filha. Pega de surpresa, Marianne se vê em meio a todo esse conflito familiar.

Quinta-feira, 12/5, 15h. Segunda-feira, 16/5, 17h30. Terça-feira, 17/5, 19h30.

O amor é estranho

(Love is Strange, EUA, 2014, 98 min)
Direção: Ira Sachs
Roteiro: Ira Sachs e Mauricio Zacharias
Direção de fotografia: Christos Voudouris
Elenco: John Lithgow, Alfred Molina, Marisa Tomei, Darren Burrows e outros

Drama. Quando o casamento entre pessoas do mesmo sexo é legalizado em Nova York, Ben e George, juntos há 39 anos, finalmente formalizam sua união. Mas, com a demissão de George pela escola católica onde trabalhava, o casal se vê obrigado a vender seu apartamento e morar temporariamente separado. George se muda para o apartamento de um casal de amigos e Ben vai para o Brooklyn viver com seu sobrinho, sua mulher e o filho adolescente do casal. Em um esforço continuo para, civilizadamente, ocuparem esses novos espaços, eles tentam se adequar à nova condição. Exibido no Sundance Film Festival e no Festival de Berlim.

Quinta-feira, 12/5, 17h30. Sábado, 14/5, 19h30. Quarta-feira, 18/5, 15h.

Dólares de areia

(Dólares de arena, República Dominicana/México/Argentina, 2014, 84 min)
Direção e roteiro: Israel Cárdenas e Laura Amelia Guzmán
Direção de fotografia: Israel Cárdenas e Jaime Guerra
Elenco: Geraldine Chaplin, Yanet Mojica, Ricardo Ariel Toribio, Bernard Bizel e outros

Drama. Noelí, uma jovem dominicana, vive em Samana, uma cidade litorânea. Nos últimos dois anos, ela tem uma relação com Anne, uma francesa bem mais velha que escolheu viver o que lhe resta da vida perto do mar. A relação é puramente de interesse, já que Noelí também tem um namorado, com quem trama um plano em que as duas viajarão para Paris e lhe enviarão dinheiro todo o mês. Mas os sentimentos que Noelí tem por Ana tornam-se mais intensos a cada dia, enquanto a data de embarque se aproxima.

Quinta-feira, 12/5, 21h30*. Terça-feira, 17/5, 17h30.

Violência e paixão

(Gruppo di famiglia in un interno, Itália/França, 1974, 126 min)
Direção: Luchino Visconti
Roteiro: Suso Cecchi D’Amico, Enrico Medioli e Luchino Visconti
Direção de fotografia: Pasqualino De Santis
Elenco: Burt Lancaster, Helmut Berger, Silvana Mangano, Claudia Marsani e outros

Drama. Um velho professor vive sozinho em seu apartamento, cercado de livros, esculturas, pinturas e outras obras de arte. Certo dia, a marquesa Bianca Brumonti aparece com uma proposta para ocupar o apartamento de cima. Mesmo não gostando muito da ideia, o professor acaba por aceitar. Juntamente com a marquesa, vem a sua filha, Lietta, o namorado de sua filha, Stefano, e seu amante, Konrad. Com o passar do tempo, o professor acaba por se envolver com a complicada família.

Sexta-feira, 13/5, 15h. Terça-feira, 17/5, 21h30.

Os belos dias

(Les beaux jours, França, 2013, 94 min)
Direção: Marion Vernoux
Roteiro: Marion Vernoux e Fanny Chesnel
Direção de fotografia: Nicolas Gaurin
Elenco: Fanny Ardant, Laurent Lafitte, Patrick Chesnais, Jean-François Stévenin e outros

Drama romântico. Caroline é uma mulher de 60 anos, casada, com duas filhas, e recém-aposentada. Ela está de luto pela morte de sua melhor amiga, quando ganha de presente das filhas a matrícula em um clube de aposentados e idosos que se chama Les Beaux Jours (Os Belos Dias). No clube, Caroline acaba se envolvendo com um dos professores, que tem a idade de suas filhas, e esse romance lhe fará redescobrir o prazer de viver. Indicado a dois César, incluindo melhor atriz (Ardant).

Sexta-feira, 13/5, 17h30. Domingo, 15/5, 19h30. Quarta-feira, 18/5, 21h30.

Em três atos

(Em três atos, Brasil, 2015, 76 min)
Direção e roteiro: Lucia Murat
Direção de fotografia: Dudu Miranda
Elenco: Nathalia Timberg, Andréa Beltrão, Angel Vianna, Maria Alice Poppe e outros

Drama. Quando uma intelectual de 80 anos é confrontada com questões da velhice e da morte, ela se vê 30 anos antes enfrentando a morte de sua mãe. O filme contrapõe dança contemporânea, através de uma bailarina de 85 anos e uma jovem bailarina em seu auge, com diálogos inspirados nos escritos de Simone de Beauvoir sobre a velhice e a morte. Revela-se a crueza de um corpo velho, e a diferença entre a experiência de perder alguém para a morte e o medo de morrer. Um filme sobre o ciclo da vida.

Sexta-feira, 13/5, 19h30*. Domingo, 15/5, 17h30. Quarta-feira, 18/5, 19h30.

Irina Palm

(Irina Palm, Bélgica/Alemanha/Luxemburgo/Reino Unido/França, 2007, 103 min)
Direção: Sam Garbarski
Roteiro: Martin Herron e Philippe Blasband
Direção de fotografia: Christophe Beaucarne
Elenco: Marianne Faithfull, Miki Manojlovic, Kevin Bishop, Siobhan Hewlett e outros

Drama romântico. Maggie é uma viúva na casa dos 50 anos que enfrenta uma grande crise em sua família quando seu neto Olly é internado com uma doença rara e de difícil tratamento. Sem dinheiro e tendo um relacionamento frágil com seu único filho e nora, Maggie aceita um emprego em uma boate onde torna-se um estranho tipo de prostituta: pela idade avançada, recebe a inusitada tarefa de masturbar os homens através de um buraco. Com o tempo, ela se acostuma com o emprego e logo recebe o apelido de Irina Palm, conhecida por ter as mãos mais macias de Londres. Exibido na competição do Festival de Berlim.

Sexta-feira, 13/5, 21h30. Segunda-feira, 16/5, 15h. Quarta-feira, 18/5, 17h30.

Os invisíveis

(Les invisibles, França, 2012, 115 min)
Direção: Sébastien Lifshitz
Direção de fotografia: Antoine Parouty

Documentário. Na França, homens e mulheres, nascidos entre as duas guerras mundiais, não têm nada em comum a não ser a sua homossexualidade e a decisão de viver assumidamente em um tempo em que a sociedade os rejeitava. Hoje, eles falam das suas vidas pioneiras e de como conciliaram o desejo de se manterem normais com a necessidade de se libertarem para crescer. Seres humanos destemidos, contam suas histórias. Vencedor do César de melhor documentário e exibido no Festival de Cannes.

Sábado, 14/5, 15h. Segunda-feira, 16/5, 19h30.

Sempre bela

(Belle toujours, Portugal/França, 2006, 68 min)
Direção e roteiro: Manoel de Oliveira
Direção de fotografia: Sabine Lancelin
Elenco: Michel Piccoli, Bulle Ogier, Ricardo Trêpa, Leonor Baldaque e outros

Comédia. Encontramos Henri Husson e Séverine, personagens de “A bela da tarde” (1967), de Luis Buñuel, 38 anos depois da história original, agora septuagenários. Henri vê Séverine no teatro, durante um concerto. Ele decide segui-la e forçá-la a encarar seu passado, quando se prostituía pelas tardes de Paris. Ela o evita a todo custo, mas ele insiste em encontrá-la. Ela só aceita quando Henri promete revelar um poderoso segredo, a convencendo a jantar em seu hotel. Lá, ela pergunta o que ele revelou a seu marido, quando este estava mudo e paralítico. Mas Henri se recusa a dizer se contou ou não sobre o passado de Séverine. Com toques de sadismo, ele prepara uma vingança lenta. Exibido no Festival de Veneza.

Sábado, 14/5, 17h30*. Segunda-feira, 16/5, 21h30.

Juventude

(Youth, Itália/França/Reino Unido/Suíça, 2015, 124 min)
Direção e roteiro: Paolo Sorrentino
Direção de fotografia: Luca Bigazzi
Elenco: Michael Caine, Harvey Keitel, Rachel Weisz, Jane Fonda e outros

Drama. Fred e Mick, dois velhos amigos com quase 80 anos cada, estão passando as férias em um luxuoso hotel. Fred é um compositor e maestro aposentado e Mick é um cineasta em atividade. Juntos, os dois passam a se recordar de suas paixões da infância e juventude. Enquanto Mick luta para finalizar o roteiro daquele que acredita que será seu último grande filme, Fred não tem a mínima vontade de voltar à música. Entretanto, muita coisa pode mudar. Exibido na competição do Festival de Cannes.

Sábado, 14/5, 21h30. Domingo, 15/5, 15h*. Terça-feira, 17/5, 15h.
* Sessões precedidas pela exibição do curta “Guida”, de Rosana Urbes.

Guida

(Guida, Brasil, 2014, 11 min)
Direção e roteiro: Rosana Urbes
Direção de fotografia: Fábio Yamji

Animação. Guida trabalha como arquivista há 30 anos e tem sua rotina modificada ao se deparar com um anúncio para aulas de modelo vivo.

Quinta-feira, 12/5, 21h30. Sábado, 14/5, 17h30. Domingo, 15/5, 15h.

Serviço

  • EU QUERO, TU QUERES… AFETOS, VELHICES E DESEJOS
  • CineSesc – Rua Augusta, 2075 – Cerqueira César, São Paulo
  • De 12 e 18 de maio
  • 15h, 17h30, 19h30 e 21h30
  • Ingressos: de R$ 3,50 a R$ 12
  • Capacidade: 244 lugares
  • Fone: (11) 3087-0500
  • email@cinesesc.sescsp.org.br