Motorista de Cristiano Araújo é indiciado por homicídio

Em decisão divulgada pela Polícia Civil de Goiás, nesta quinta-feira, 10, Ronaldo Miranda, motorista de Cristiano Araújo, foi indiciado pelo crime de homicídio duplo culposo – quando não há a intenção de matar.

O delegado responsável pelas investigações, Fabiano Henrique Jacomelis, disse que o excesso de velocidade unido a troca das todas foram primordiais para que a fatalidade ocorresse.

A montadora Land Rover, fabricante da Range Rover, já havia apontado que o carro estava a 179 km/h no momento da tragédia, sendo que a velocidade máxima permitida no trecho da rodovia é de 110 km/h.

A pena para o crime de homicídio culposo na direção de veículo automotor pode variar de dois a quatro anos de detenção.