Móveis com dupla funcionalidade ajudam a poupar espaço

Por Tamiris Monteiro

O crescente número de habitantes nas metrópoles tem resultado em moradias cada vez menores, como, por exemplo, os studios, pequenos apartamentos construídos apenas para uma pessoa. E por causa dessa nova tendência, os móveis inteligentes – desenvolvidos para economizar espaço e, geralmente, com dupla função – estão cada vez mais em alta.
“Por conta de uma vida corrida, muitas vezes as pessoas precisam fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo. Com isso, estamos pensando sempre em como potencializar os espaços, tornando um lugar, além de aconchegante, funcional para as diversas necessidades. O alto valor dos itens de mobiliário e as metragens reduzidas das habitações atuais também influenciam nessa procura”, explica a arquiteta Thaís Oikawa, da TK Arquitetura.
Ainda de acordo com a profissional, em um espaço pequeno, ter móveis com dupla funcionalidade é melhor do que ter vários móveis, pois a circulação fica mais livre, possibilitando mais espaço e harmonia na decoração. Para ambientes maiores, os móveis inteligentes também são válidos. “No caso de um espaço grande, a utilização desses móveis pode ajudar a transformar um cômodo em diferentes ambientes. Além de ganhar espaço, a maioria das peças de dupla funcionalidade possui um design diferenciado, o que faz a decoração se destacar. Cada vez mais as pessoas buscam por espaços integrados; portanto, as peças precisam servir e combinar com a estética de dois ou mais ambientes”, pontua.
Uma questão importante na hora de planejar a compra de um móvel de dupla funcionalidade é verificar suas dimensões, principalmente se, de alguma forma, abrir e expandir. “Para um sofá-cama, por exemplo, faça a medição dele em formato de cama para ter a certeza de que caberá no local imaginado. Além disso, também se deve pensar no caminho que o móvel deverá percorrer. Se a altura e largura das portas são suficientes. No caso de apartamentos, se o elevador tem espaço e altura. Também é essencial prestar atenção nos mecanismos do móvel. Certas vezes, para ter dupla funcionalidade, a peça precisa ser feita com uma estrutura que seja apta a suportar carga em diferentes posições. Se for um móvel para sentar ou deitar, sempre o experimente em todas as suas diferentes formas. E não se esqueça de observar a parte estética, se o acabamento da peça é adequado para os diferentes usos e se combina com o restante da decoração”, ensina a arquiteta.

Os móveis inteligentes já podem ser achados em lojas e para todos os cômodos; contudo, é mais fácil achar mobílias prontas para quarto e sala. Para os outros espaços, caso a procura seja difícil, o mais recomendado é fazer um projeto elaborado sob medida, para que cada móvel seja estudado de acordo com a sua necessidade. Além disso, com a ajuda de um profissional, é possível observar espaços que podem ser mais bem utilizados e a partir daí achar soluções. “Cozinha e lavabo, geralmente, são locais importantes para ter móveis inteligentes, pois por guardarem muitos itens, é interessante ter um projeto adequado no qual tudo fique organizado e guardado corretamente”, explica Thaís.

Os mais procurados

Os móveis de dupla funcionalidade prontos mais procurados são: sofá-cama, cama-baú, berço-cama, pufe-baú e mesas de pôquer ou de sinuca que se transformam em mesas de jantar. “Os clientes me procuram para ter móveis inteligentes em toda a casa. Então projeto muitas bancadas em suítes que servem tanto como escrivaninha, penteadeira e home theater, além de muitos armários sob medida para ter itens embutidos como: lixeiras, cestos de roupas, tábua de passar, porta-colchões, trocador de bebê, camas, entre outros. Outro pedido que tem se tornado comum são as estantes que ficam embaixo dos degraus da escada”, revela.

Custo-benefício: será que compensa?

Não existe segredo: para não perder dinheiro, pesquisar é sempre o mais indicado para qualquer aquisição. Normalmente, os móveis inteligentes prontos para a sala e quarto já têm preços acessíveis, com pouca diferença em relação aos convencionais. No entanto, pedidos sob medida costumam ser mais caros, mas trazem funcionalidade e opções diferenciadas.
“Móveis prontos importados com um aspecto mais clean, como sofás que viram beliche, camas que vêm dentro de módulos e podem ser guardadas todos os dias em pé, cozinhas embutidas em módulos, entre outros, são peças ainda de alto valor, porque são feitas com uma tecnologia avançada e um design com materiais e acabamentos únicos”, comenta.