Mulher morre após surto no Jardim Bela Vista

Uma moradora da rua Eduardo Juliani, região do Jardim Bela Vista, atrás do João do Pulo, teve um ataque de surto na noite desta segunda-feira, 29.

Testemunhas contam que a mulher ficou nua e começou a bater nas janelas dos carros que estavam na rua. A Polícia Militar e o Samu foram acionados por volta das 18h. A PM chegou dez minutos depois e algemou a mulher que estava descontrolada, deitando-a de bruço e colocando um pano na boca dela. O Samu chegou por volta das 19h45, e atestou que a mulher veio à óbito.

Questionado pelos presentes, o motorista do Samu disse que o chamado só constou no rádio às 19h25. Eles também alegam que a PM agiu com agressividade e demonstrou falta de preparo.

A Reportagem do Click enviou questionamentos à Assessoria de Imprensa da Polícia Militar, que esclareceu que foi acionada, por meio do Copom, para atender ocorrência de uma mulher que apresentava comportamento agressivo e estava danificando veículos estacionados na rua Eduardo Juliani, Cocaia, em Guarulhos. Os policiais chegaram no local as 18h23 e solicitaram acionamento imediato do Samu, pois o comportamento da mulher era muito alterado. Para contê-la, eles a algemaram. Uma sobrinha da vítima, que é auxiliar de enfermagem, conseguiu, juntamente com outros familiares, acalmar a vítima, sendo então retirada a algema. Os PMs reiteraram por diversas vezes a necessidade do Samu no local. Entretanto, a vítima começou a apresentar redução dos sinais vitais e, as 20h10, quando o Samu chegou ao local ela já estava inconsciente. O médico constatou a morte da mulher as 20h25. Cabe esclarecer que em Guarulhos, quem faz a recolha dos corpos é a funerária não o IML.

Fonte: Wagner Franco, secretario geral-PMDB Guarulhos