Navegador Amyr Klink palestrará na Bienal do Livro de Guarulhos

A habilidade de Amyr Klink para velejar e atuar sob condições adversas também rende a ele o talento para contar boas histórias. Uma mostra deste talento poderá ser conferida no dia 7 de dezembro, às 20h, no auditório principal da Bienal do Livro de Guarulhos “Páginas que Conectam”, que acontece no Parque Linear Transguarulhense, no Parque Continental.

De forma interativa, didática e verdadeira, o velejador fará palestra a partir de seu livro “Não há tempo a perder”, que relata os desafios e conquistas das quais ele tirou inúmeros aprendizados.

Sobre Amyr Klink

Economista formado pela USP e pós-graduado em Administração pelo Mackenzie, Amyr Khan Klink traz o conteúdo de suas experiências em viagens, que realiza desde 1978, para palestras memoráveis.

Essa trajetória teve início ainda muito jovem, quando fez sua primeira viagem internacional, de moto, de São Paulo até o Chile. Em 1984 fez a inédita travessia solitária a remo do Oceano Atlântico Sul. A jornada de 3.700 milhas percorridas ao longo de 100 dias, quando cruzou a remo o Atlântico entre a Namíbia e a Bahia, está retratada no best seller “Cem Dias entre Céu e Mar”.

Em 1986, realizou a primeira de suas 30 viagens à Antártica. A bordo do veleiro que construiu, o Paratii, em 1989, marcou a estreia como velejador em uma viagem solitária que duraria 642 dias, passando sete meses e meio propositalmente imóvel em uma invernagem na Antártica. De lá, seguiu para o Ártico e retornou ao Brasil após percorrer, numa única viagem, 27 mil milhas. Amyr descreve a viagem no livro “Paratii Entre Dois Polos”.

Em 1998, Amyr realiza uma nova viagem inédita: uma volta ao mundo solitária ao redor do continente antártico. A viagem sem escalas, quando cruzou todos os meridianos da Terra abaixo da latitude 60º Sul, durou 79 dias. Sua experiência está relatada no livro Mar sem Fim.

Em 2002, conclui a construção do Paratii 2, o mais moderno veleiro já construído no Brasil e, entre dezembro de 2003 e fevereiro de 2004, refaz a circum-navegação polar, dessa vez com cinco tripulantes. A viagem durou 76 dias sem escalas, quando navegou 13,3 mil milhas, que está descrita em seu livro “Linha D’água Entre Estaleiros e Homens do Mar”, lançado em 2006.

Em dezembro de 2016, lançou seu livro “Não há tempo a perder” em depoimento a Isa Pessoa.

Serviço:

Bienal do Livro de Guarulhos

  • Data: 07/12/2018
  • Horário: 20h
  • Local: Parque Linear Transguarulhense. Avenida Transguarulhense, 100 – Parque Continental – Guarulhos/SP