O movimento nas rodovias no feriadão de Nossa Senhora Aparecida será maior na tarde de sexta-feira e manhã de sábado

O movimento nas rodovias paulistas que dão acesso ao Litoral e Interior a partir da Região Metropolitana de São Paulo deve se intensificar a partir do início da tarde de sexta-feira (dia 9), em razão do fim de semana prolongado pelo feriado de Nossa Senhora Aparecida. A previsão é de que o tráfego seja intenso até a noite, mas em alguns casos o volume deve permanecer alto até o início da madrugada, como no Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI). As concessionárias de rodovias paulistas implantarão operações especiais para garantir mais conforto, segurança e agilidade aos usuários que vão viajar. No sábado (dia 10), o movimento volta a ficar intenso a partir das 7h em algumas das rodovias.

Durante o feriado, mais de 2,5 milhões de veículos devem circular pelas rodovias concedidas paulistas que têm acesso à Região Metropolitana de São Paulo. A ARTESP (Agência Reguladora de Transporte do Estado de São Paulo) alerta sobre os cuidados em caso de neblina. O período de maior incidência de neblina já terminou, mas em algumas regiões do Estado de São Paulo, o fenômeno climático ainda tem sido observado com certa frequência, como por exemplo, no Sistema Anchieta-Imigrantes. Quando a visibilidade for prejudicada, o motorista deve reduzir gradualmente a velocidade e manter aceso o farol baixo – tanto de dia quanto à noite. Nunca deve parar na pista ou ligar o pisca alerta com o veículo em movimento.

Os sites das concessionárias terão disponíveis, em tempo real, as condições de tráfego do trecho administrado da rodovia.

No Sistema Anchieta-Imigrantes, de 240 mil a 370 mil veículos devem seguir viagem para a Baixada Santista no fim de semana prolongado.

No Sistema Anchieta-Imigrantes, onde a ocorrência de neblina é mais frequente, a concessionária Ecovias e a Polícia Militar Rodoviária podem realizar a Operação Comboio, ação na qual os carros que seguem sentido litoral são represados nas praças de pedágio (km 31 da Anchieta e km 32 da Imigrantes) sempre que a visibilidade dos motoristas fica abaixo de 100 metros. Os veículos saem escoltados por viaturas da Polícia Rodoviária e da concessionária a uma velocidade máxima de 40 km/h como medida de segurança.

A estimativa é que até 760 mil veículos passem pelas rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto das 0h de sexta-feira às 23h59 da segunda-feira. A concessionária Ecopistas estima que os horários de pico para o motorista que seguirá para a região do Vale do Paraíba e Litoral Norte sejam entre 16h e 18h de sexta-feira e entre 10h e 12h de sábado. Considerando somente o movimento esperado para a praça de pedágio de Itaquaquecetuba, no sentido interior da rodovia Ayrton Senna, a expectativa é de que entre 119 e 179 mil veículos deixem a capital.

Na Rodovia dos Tamoios cerca de 90 mil veículos devem utilizar as pistas rumo ao Litoral Norte durante o fim de semana prolongado. A operação especial terá início na sexta-feira, a partir das 13h, com a implantação de uma faixa adicional, sinalizada por balizadores, para a pista de descida no trecho de Serra (do km 68 ao km 81). A medida visa aumentar a capacidade de fluxo da rodovia, com a disponibilização de duas faixas de rolamento em todo o trajeto na pista sentido litoral. A concessionária que administra a rodovia prevê aumento no fluxo de veículos entre 16h e 22h de sexta-feira e entre 8h e 14h de sábado. Para o retorno do feriado o pico do trânsito deve ocorrer entre 12h e 22h de segunda-feira.