Orquestra Jovem emociona público no Jardim Cumbica

A Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos encerrou na última semana a série de espetáculos do Projeto Orquestra no Bairro, iniciativa da Prefeitura de Guarulhos, que por meio da ação conjunta entre as secretarias de Educação e Cultura objetiva difundir a música clássica para toda a cidade.

O último espetáculo da temporada, que aconteceu na EPG Marfilha Belloti Gonçalves, localizada na região de Cumbica, ficou marcado na memória dos alunos e comunidade do entorno, que assistiram a um espetáculo erudito pela primeira vez.

O concerto didático apresentado ofereceu a alunos, pais, professores e funcionários alguns dos mais renomados clássicos da música internacional e nacional como a “Ópera Carmem”, de Georges Bizet, “A Dança Húngara n° 5”, de Johannes Brahms, “5º Sinfonia”, de Beethoven, e “Baião”, de Edmundo Vilani.

De forma divertida, o maestro Emiliano Patarra explicou ao público sobre a estrutura da orquestra, o nome dos instrumentos, bem como a função e importância de cada um.

“Por exemplo, o violino, viola, violoncelo são nomes italianos e ambos precisam do uso do arco para emitir seu som. Esses arcos que também já foram muito usados como instrumento de caça, na música foram transformados em um instrumento de arte e beleza”, ressaltou o maestro.

Espetáculo

A coordenadora pedagógica Leonice Amaro de Almeida conta que, embora a escola já tenha realizado muitas atividades diversificadas, nunca imaginou poder oferecer aos alunos uma oportunidade como esta.

“Realizamos o Projeto Musicalização já há dois anos, mas não tínhamos muito conhecimento para mostrar os instrumentos, explicar o funcionamento de uma orquestra, a função do maestro e preparação de um espetáculo. Foi emocionante observar a reação das crianças, porque até aquelas mais agitadas estavam tranquilas, prestando atenção e participando, principalmente com a música da Bela e Fera”, explica a coordenadora, encantada.

Leonice conta ainda que quando o ritmo aumentava, as crianças batiam palmas e quando diminuía, ficavam em silêncio. “Percebemos que eles realmente entenderam a proposta e, independente do contato que têm com a música, eles estão aptos a desfrutar dela”, destacou.

“Eu achei muito bonito. A música que eu mais gostei foi a que ele disse que era da Bela e a Fera e eu nem fiquei com medo”, confessou Diogo, aluno do segundo ano. Já Ana Beatriz demonstrou interesse em prestigiar novas apresentações da Orquestra. “Essa é a primeira vez que assisto uma orquestra e achei muito legal! Vou até pedir para minha mãe me levar no Adamastor no próximo show”.

Orquestra no Bairro

De acordo com o maestro Emiliano Patarra, o Projeto Orquestra no Bairro busca aproximar o público da música de concerto, com apresentações de caráter didático, que estabelecem um diálogo interativo com os espectadores. “Isso faz com que mais pessoas possam usufruir da Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos, permitindo que ela atenda as regiões mais periféricas da cidade”, explica Patarra.

O maestro observa ainda que, além de mostrar ao público o universo da música de concerto, o Projeto oferece composições que marcam o momento em que a grande maioria das pessoas tem o primeiro contato com a música clássica.

Desde o ano passado quando o Projeto teve início, a Orquestra Jovem realizou apresentações mensais em diferentes pontos da cidade em bairros como Jardim Bom Clima, Recreio São Jorge, Parque Continental, Vila Carmela, Jardim Bananal, Jardim Triunfo, Vila Galvão, Jardim dos Cardoso, Jardim Guaracy, Jardim Fortaleza, Jardim Santa Emília, Parque Cecap e Jardim das Nações, onde está localizada a EPG Marfilha Belloti Gonçalves.