Palestra aborda Empoderamento Feminino no mês da Mulher

Em homenagem ao mês da mulher, a Prefeitura de Guarulhos promove na próxima terça, 12, a partir das 8h30, a palestra “Empoderamento Feminino. Que Força é Essa?” com a psicóloga Danielly  Araújo no auditório da Secretaria de Justiça. O evento é gratuito com interpretação simultânea para Língua Brasileira de Sinais (Libras).

A mesa será composta pela secretária do Trabalho, Telma Cardia e pelas representantes das subsecretarias de Políticas de Diversidade e de Igualdade Racial, Ana Maria e Greice de Oliveira; além de uma procuradora do município, Sueli Felix e a organizadora do evento, Eloá Borges.

Em sua palestra, Danielly enfatizará que o empoderamento precisa ser um estado de espírito, a mulher precisa se sentir incluída e atuante. “Uma das grandes questões hoje é que ouvimos muito a palavra empoderamento ser utilizada como uma palavra de ordem por grupos e em palestras motivacionais. Mas, como produzir essa fonte de energia humana da mulher para a mulher? Como um espelhamento pessoal, uma proposta de vida. Isso vai além de um momento, de um movimento, é um estado. É uma força que se espera que seja estimulada de fora pra dentro, mas é uma construção pessoal, quando a mulher precisa começar a compreender além do gênero feminino, o seu estado humano”, esclarece a psicóloga.

Segundo a palestrante, a energia precisa emanar da mulher com propriedade para gerar impacto em qualquer estância que ela queira participar. “Nossa proposta é trazer a reflexão de que precisamos construir essa mulher que é uma construção diária, não é um produto que se encontra em prateleiras para consumo. É um convite à reflexão, é um norte para aquelas que não conseguem compreender sequer o seu papel”, salienta Danielly.

A palestrante

Nascida em Itabuna, a baiana Danielly veio para São Paulo em 1994. Morou em Guarulhos entre 1996 e 1997. Musicista, cantora e atriz, cursou em escola pública e foi professora voluntária em projetos de música com adolescentes durante o ensino médio. Formada em psicologia na FIG, fez pós-graduação em psicossomática, linha psicanálise. É intérprete tradutora de Libras e cursa pós-graduação na área.

Danielly tem experiência de atuação clínica em dependência química, transtorno mental e deficiência auditiva. Atua em comunidades, grupos de apoio e como conselheira tutelar junto à Vara de Infância, Ministério Público da Infância e Juventude e na Rede de Proteção. Faz palestras motivacionais de capacitação em Inteligência Emocional para instituições prestadoras de serviço. Participa das políticas públicas de direito da criança e adolescente, da figura da Mulher e de saúde mental.

O auditório da Secretaria de Justiça fica na avenida Salgado Filho, 494 – Centro.