Peru dará US$ 30 mil a quem ajudar na captura do ex-presidente Alejandro Toledo

O Peru ofereceu uma recompensa de 100.000 soles (30 mil dólares) a quem oferecer informações sobre o paradeiro do ex-presidente Alejandro Toledo, que está com ordem de prisão, acusado de receber subornos da construtora Odebrecht em troca de obras. As informações são da Agence France-Presse (AFP).

Sobre Toledo – que governou o Peru entre 2001 e 2006 – pesa uma ordem judicial de captura internacional emitida na quinta-feira, depois de ele ter sido acusado de receber 20 milhões de dólares para favorecer a Odebrecht na concessão para construir a rodovia interoceânica, que liga o Peru ao Brasil.

“A recompensa será paga em qualquer país do mundo”, afirmou à imprensa o ministro peruano do Interior, Carlos Basombrío, que pediu à Interpol que atue com maior rapidez possível no caso.