PF prende duas pessoas tentando embarcar com droga para o continente africano

A Polícia Federal, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, prendeu nesta terça-feira (30/abr), dois passageiros, identificados em ações distintas realizadas pela Receita Federal, tentando embarcar com drogas nas bagagens.

O voo no qual foram localizadas as malas suspeitas contendo a droga, estava sendo fiscalizado por servidores da Receita Federal com o auxílio de cães farejadores e tinha como destino o continente africano, mas os passageiros presos desembarcariam em países distintos e viajavam separadamente. Na mala de um brasileiro, de 24 anos de idade, que desembarcaria na cidade de Adis Abeba, na Etiópia, após a indicação dos cães farejadores, os servidores da Receita Federal observaram, por meio do raio-x, concentração de substância orgânica suspeita e acionaram os policiais federais que localizaram o passageiro dentro da aeronave. Conduzido à sede policial e após a realização da perícia em seus pertences, onde ficou constatada a existência de três quilos de cocaína oculta dentro de catálogos de moda, o homem foi preso.

Já dentro de outra mala, pertencente a um passageiro nacional da Nigéria, de 57 anos de idade, os servidores da Receita Federal encontraram, com o auxílio dos cães de faro e do raio-x, uma grande quantidade de embalagens de corantes para roupas com conteúdo fora dos padrões. Os peritos federais identificaram a substância contida nos tubos como cocaína, cujo volume somou mais de três quilos. O homem pretendia levar a droga para Cotonou, na República do Benin.

Os suspeitos, presos em flagrante, serão conduzidos ao presídio estadual onde permanecerão à disposição da Justiça respondendo pelo crime de tráfico internacional de drogas.