Por Tamiris Monteiro
Fotos: banco de imagens

Dormir é tão importante quanto estar acordado e ativo, e mesmo parecendo um processo tranquilo, a hora do sono é parte importante de um processo de recuperação do corpo. Nesse período de descanso e desconexão, ocorrem vários processos metabólicos que naturalmente são estimulados para que o organismo mantenha o equilíbrio a curto, médio e longo prazo. A imunidade é reforçada, células são renovadas, radicais livres são neutralizados e a memória é consolidada. Tanto que diversos estudos já comprovaram que quem dorme menos do que o necessário tem menos vigor físico, envelhecimento precoce e fica mais propenso a infecções, obesidade, hipertensão e diabetes.

No entanto, por causa da rotina exaustiva que as grandes metrópoles impõem, por mais que se queira ter um sono de qualidade, é comum encontrar pessoas que desenvolvem distúrbios do sono, como insônia, apneia, sonambulismo e outros. É por isso que nas páginas seguintes falamos sobre o assunto, descrevendo tópicos que facilitam a identificação dos sintomas e mencionando possíveis maneiras de amenizar ou tratar o problema.

Mas, além das questões relacionadas à saúde, durante o sono podem acontecer alguns eventos curiosos, como os sonhos e a paralisia do sono. Obviamente que para ambos existem pesquisas científicas que explicam os fenômenos, mas afora o contexto técnico, procuramos sair da caixinha e colocamos um pouco de emoção nesse assunto, apresentando aspectos místicos que tentam decifrar comportamentos e outros acontecimentos durante o sono. Tenha uma boa leitura e fique bem acordado para não deixar nada passar.

 

Confira cada um dos temas abordados na capa desta matéria da RG:

Distúrbios do sono
Sonambulismo: dormindo acordado
Paralisia do sono
Como a ciência analisa os sonhos
O lado sobrenatural dos sonhos