Pra quê essa placa, STT?

O assunto já foi abordado por duas vezes na Coluna do Carleto, na revista Weekend, mas não houve resultado ainda.

A rua Silvio Barbosa, em seu trecho entre a rua do Rosário e a avenida Paulo Faccini, é uma das vias da cidade que estão sempre com tráfego intenso.

Ainda assim, em vez de pensar em uma forma para desafogar esse trecho, a Secretaria de Transportes e Trânsito complica ainda mais.

Sem nenhuma justificativa plausível, há essa placa determinando que os veículos que descem a rua do Saboó convertam à direita, contribuindo para deixar o trânsito ali ainda mais caótica. Outro problema é que, ao tentar converter à esquerda no primeiro retorno possível, que é a rua Guaraciaba, o motorista encontra dificuldades, porque, em geral, quem vem da rua Itaverava pela Guaraciaba está fazendo retorno para cruzar a avenida Paulo Faccin.

Se a sequência da rua é de mão dupla, nada deveria impedir que os motoristas que desejam ir no sentido do bairro seguissem pela própria rua do Saboó e depois subissem a rua Itaverava.

Valdir Carleto