Prefeitos de Guarulhos e de São Paulo debatem liberação de ponte da via Dutra 

Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, durante vistoria na ponte que liga a Marginal à Dutra - Foto: Divulgação

Os prefeitos Guti (Guarulhos) e Bruno Covas (São Paulo) se reuniram na manhã desta sexta-feira (8), na sede da prefeitura paulistana, para tratar da liberação da ponte de acesso da pista expressa da Marginal Tietê à rodovia Presidente Dutra, interditada desde o dia 23 de janeiro, depois que foram identificados problemas em sua estrutura.

Bruno Covas e Guti, durante reunião nesta sexta-feira, 8 – Foto: Divulgação

Apesar de ficar em São Paulo, a ponte é um dos principais acessos da Capital para Guarulhos. Desde a interdição, as pessoas que se dirigem à cidade são obrigadas a utilizar a ponte que une as pistas laterais da Marginal e da Dutra ou utilizarem desvios e outros caminhos. “Com isso, o tempo gasto na ligação entre as duas cidades aumentou consideravelmente”, explicou Guti.

Diante do problema, Guti buscou junto a Covas informações sobre a situação das obras e um possível prazo para liberar a ponte. O prefeito paulistano explicou que está realizando todos os esforços necessários para agilizar o processo para a restauração do complexo.

Covas disse acreditar que, por ter sido interditada antes que ocorressem danos maiores, como uma queda de alguma estrutura, como ocorreu na Marginal Pinheiros, também em São Paulo, em novembro, o acesso pode vir a ser liberado em um prazo menor que o estabelecido para a ocorrência na zona oeste. A previsão para a reabertura da ponte da Marginal Pinheiros é o mês de abril. “Assim que eu tiver uma data me comprometo a informar a população de Guarulhos para tranquilizar a todos”, encerrou Bruno Covas.