Prefeitura afirma: “HMU não irá fechar”

A Prefeitura de Guarulhos respondeu que o contrato com o Instituto Gerir, responsável pela administração do HMU (Hospital Municipal de Urgências) está em dia e que o atendimento de urgência e emergência seguirá em funcionamento normal, afastando, portanto, a hipótese de suspensão no atendimento, como cogitado, a partir de ofício assinado pelos dirigentes da Clínica Médica Aricanduva, que presta serviços ao Instituto Gerir, responsável pela administração do HMU.

“Somente neste ano de 2018 foram repassados ao Hospital R$ 30.241.680,87, conforme previsto em contrato. No entanto, o Instituto alega que o valor pactuado no contrato já não é mais suficiente para manter as operações do Hospital, uma vez que houve um aumento significativo nos atendimentos, não previstos pelo próprio Instituto”, diz a nota oficial distribuída pela Subsecretaria de Comunicação.

Segundo a nota, nesta terça-feira, desde o final da manhã, está havendo reunião entre os secretários de Saúde e da Fazenda, junto à direção do hospital para os devidos esclarecimentos.

A Prefeitura informa, ainda, que, diante das informações divulgadas de uma possível paralisação de médicos contratados pelo Instituto, a Secretaria Municipal de Saúde desenvolveu um plano de contingência, com profissionais preparados para manter o atendimento de urgência e emergência nesta unidade hospitalar.