Prefeitura ainda não tem data para implementar coleta seletiva na cidade

Novo Centro de Triagem para Cooperativas de Catadores tem 2 mil m² e fica na Vila Rosália - Foto: Márcio Lino/PMG

Aguardada com expectativa pelas pessoas que separam lixo doméstico de materiais recicláveis em casa, a implementação de coleta seletiva em Guarulhos infelizmente está distante e sem data para começar. Segundo a Secretaria de Serviços Públicos (SSP) e o Departamento de Limpeza Urbana, “está em processo licitatório a contratação de empresa especializada para efetivar a implantação da coleta seletiva na cidade, de forma gradativa, até que se atinja a totalidade do nosso município”.

Fora o serviço prestado por cooperativas de catadores e trabalhadores que fazem este tipo de trabalho por conta própria, Guarulhos não coleta de forma adequada uma latinha de alumínio sequer.

Inaugurada recentemente pelo prefeito Guti, a Central de Triagem da Vila Galvão, que atende a Cooperativa de Trabalho de Catadores, iniciou operação na quarta-feira, 10. Segundo a SSP, como não há coleta seletiva no bairro, os moradores que desejarem podem levar os materiais recicláveis na rua Ipiranga, 517, Vila Rosália.

Guarulhos tem outras duas Centrais Municipais de Triagem de Recicláveis:

Unidade Ponte Alta – Rua Mário Luís Macca, 1.522

Unidade Taboão – Rua Estrela D’Oeste, 119