Prefeitura de Guarulhos libera corredores de ônibus para vans escolares

As vans escolares podem trafegar pelos corredores de ônibus, atendendo à antiga reivindicação da categoria, desde a última sexta-feira (17), quando a medida foi oficializada com a publicação da Portaria N.º 053/2018 – STT, no Diário Oficial do Município. Nesta segunda-feira (20), o prefeito Guti recebeu representantes dos condutores desses veículos, que estiveram no Paço Municipal para agradecer a iniciativa.

De acordo com a Secretaria de Transportes e Trânsito (STT), a utilização dos corredores de ônibus do Sistema Municipal e Intermunicipal pelas vans escolares pode ocorrer somente com passageiros.

Encontro

Durante a atividade no Salão Nobre, o prefeito Guti falou aos motoristas de vans escolares sobre a medida. “Esse é um pleito que já vinha sendo defendido há um tempo. Transportar dentro desses corredores gera muito mais segurança, rapidez, agilidade, bem como valoriza a fluidez do trânsito. Acredito que essa ação também irá gerar certa economia no consumo de combustível, uma vez que vocês não ficarão tanto tempo parados nos congestionamentos”, afirmou o prefeito.

Para o secretário da STT, Giuliano Locanto, a utilização dos corredores de ônibus será importante para melhorar a qualidade do serviço prestado aos estudantes. “Para as crianças, quanto menos tempo elas ficam dentro do transporte, menos elas vão se cansar para estudar. Então, a produtividade do estudo será fomentada”, ressaltou Locanto.

Já a presidente do Sindicato dos Transportadores de Guarulhos, Ione Bandeira Garcia, estava muito feliz. “Hoje eu ganhei 22 minutos. Eu chegava sempre na escola 8 minutos atrasada, hoje eu cheguei 22 minutos adiantada. Isso porque o caminho que eu percorro nem é um dos que têm trânsito tão congestionado. A nossa categoria tira, em média, cerca de 70 mil veículos do trânsito. Esse gesto é muito benéfico para todos nós, principalmente para a sociedade, uma vez que essa conquista abrange, também, os pais. Agradeço em nome dos condutores e de todos que estão envolvidos”, finalizou Ione.