Prefeitura diz que nova construção na antiga Microlite depende de laudo da Cetesb

Em resposta ao questionamento do Click Guarulhos sobre possível nova construção na área da antiga fábrica de pilhas Ray-o-Vac (Microlite), a Prefeitura de Guarulhos respondeu, por intermédio da Assessoria de Imprensa:

“A Secretaria de Desenvolvimento Urbano informa que a área da Microlite encontra-se no rol de áreas contaminadas do Município, sendo que para a expedição do Alvará de Demolição, foi solicitado ao requerente a apresentação do CADRI (Certificado de Movimentação de Resíduos de Interesse Ambiental), expedido pela Cetesb, a qual ainda nos informou que a área está em fase de remediação da contaminação existente.
Assim, a área somente poderá ser utilizada novamente quando totalmente recuperada; sendo que para a expedição de Alvará de Construção para qualquer tipo de edificação, será solicitado ao requerente o parecer técnico da Cetesb sobre a conclusão dos serviços de remediação da contaminação e a possibilidade da área.”
A Cetesb também foi questionada. Porém, ainda não respondeu.