Em parceria com a Cetesb, a Prefeitura de Guarulhos lacrou nesta sexta-feira, 19, um aterro que funcionava sem licença ambiental, na estrada Guarulhos Nazaré, região do bairro Capelinha. A pedido da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, fiscais das secretarias de Serviços Públicos e de Meio Ambiente realizaram vistoria conjunta no local, onde foi constatada presença de plástico, madeira, isopor e telhas, além de elementos flutuantes no espelho d’água.

Por ter abrigado por mais de 20 anos um porto de extração de areia, no terreno deveria estar em andamento o Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD), que permite somente o depósito de materiais inertes para recomposição do espaço da cava. O órgão estadual fará estudos para verificar o nível de contaminação ocasionado pelos descartes irregulares.

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano lacrou o estabelecimento e fiscais da Secretaria de Serviços Públicos orientaram um caminhoneiro que estava no local a não prosseguir com o descarte irregular de entulho. Ao perceber que estava com a documentação irregular, o mesmo fugiu abandonando o caminhão no local. O responsável pelo veículo será multado no valor aproximado de R$ 5 mil.

O proprietário do estabelecimento, que já havia sido autuado anteriormente pela Cetesb, recebeu nova multa de cerca de R$100 mil. A Guarda Civil Municipal acompanhou os funcionários do aterro até a Delegacia de Meio Ambiente para prestação de esclarecimentos. O delegado solicitou a preservação do local para perícia.