Primaveras traz para Guarulhos inédito jazigo para cinzas

A opção pela cremação cresce a cada ano no Brasil. Atualmente, estima-se em torno de 20%, com tendência de aumento. Com esse crescimento, familiares também buscam alternativas para o cuidado com as cinzas.

Para atender o desejo de mantê-las em um local que possibilite a visita e as homenagens, o Primaveras inaugura a Praça da Guarda Jasmin, um jardim especialmente projetado para o sepultamento das urnas, no Cemitério Primaveras 1.

“Procuramos sempre cuidar da despedida e memória de maneira completa”, diz Jayme Adissi, fundador-presidente do Primaveras. “A Praça da Guarda, com jazigos para as cinzas, ou cofres, como estamos chamando pelo tesouro que representam, garante a possibilidade de manter os entes queridos que tenham optado pela cremação no mesmo espaço daqueles que deram preferência ao sepultamento”, conclui.

O sepultamento de cinzas já é comum nos Estados Unidos, na Colômbia e nos países asiáticos, entre outros. A decisão sobre o destino das cinzas é feita em vida pela própria pessoa que optou pela cremação e comunica o desejo, ou a solução ficará com os familiares. 

Há quem opte por espargir em local escolhido pelo ente querido e outros preferem a guarda, com a garantia do descanso das cinzas em um local onde parentes e amigos poderão visitar.

Algumas vezes, a decisão pela manutenção se dá por questões religiosas. A Igreja Católica, por exemplo, determina que as cinzas da cremação sejam guardadas intactas, sem divisão ou espargimento. 

Para Jayme Adissi, que, com experiência de quase 50 anos no Primaveras, já atendeu e acompanhou pedidos variados para os ritos e destinos finais, o importante é proporcionar as opções que sejam mais completas e acolhedoras possíveis às expectativas das pessoas. “Com a inauguração do Columbário Primaveras, em 2015, percebemos a importância que a guarda e o cuidado com as cinzas tinham aos familiares e por isso desenvolvemos esse novo espaço com a Praça da Guarda, que oferece uma proposta diferente”, finaliza.

Perguntas e respostas sobre o jazigo de cinzas

Como é o jazigo para cinzas?

O jazigo tem uma estrutura tubular (com tubo em PVC) com espaço para guardar até 5 urnas de cinzas separadamente.

Há alguma cerimônia para o sepultamento das cinzas?

Sim, o Primaveras desenvolveu um ritual exclusivo em homenagem para o sepultamento das cinzas.

A Praça da Guarda é o primeiro espaço para sepultamento das cinzas no Brasil?

A Praça da Guarda, no Primaveras, certamente está entre os primeiros espaços do gênero no Brasil.

Quem opta pela guarda das cinzas?

A opção pela guarda é feita pelas famílias por razões culturais, emocionais e, às vezes, religiosas. Muitos familiares não querem se desfazer das cinzas depois da cremação e gostam de ter um espaço para o descanso das cinzas, onde possam visitar e homenagear.

Serviço
Cemitério e Crematório Primaveras
Av. Otávio Braga de Mesquita, 3535, Taboão
Tel. 2404-8900
www.primaveras.com.br