Pesquisa publicada nos jornais Folha Metropolitana e Guarulhos Hoje nesta terça, indicam acirrada disputa entre os postulantes à Prefeitura no primeiro turno. Realizada pelo Instituto Sebram, de 20 a 24/6, a pesquisa teve 700 entrevistados e foi registrada sob número SP-07099/2016, encomendada pela Rob Mídia.

O ex-prefeito Elói Pietá (PT) aparece em primeiro lugar com 14,66% das intenções de voto. Em segundo, o deputado federal Eli Corrêa Filho (DEM), com 12,21%. O ex-vereador e ex-deputado federal Fausto Miguel Martello (PSD) teria 10,31%, sendo esse o único que aparece na frente de Pietá num provável segundo turno.

Em quarto lugar e distante dos três primeiros, vem Carlos Roberto (PSDB), com 6,75%, seguido de perto por Guti (PSB), com 6,47%. Em sexto, o ex-prefeito Jovino Cândido (PV) vem com 3,64%; depois, Jorge Wilson (PRB), com 3,3%, Wagner Freitas (PTB), com 2,84% e José Pereira (PDT), com 1,71%.

Os que não sabem ainda em quem pretendem votar ou não quiseram opinar somaram 22,95% dos entrevistados; os que dizem querer anular o voto ou deixar em branco, 15,16%.

Segundo turno

O Instituto Sebram fez projeções para o segundo turno com quatro cenários. Em dois deles, o petista venceria apertado: Pietá teria 22,5% contra 22,13% de Eli Corrêa, havendo 29,88% que não opinaram e 25,43% que prefeririam anular ou votar em branco se esses dois forem os finalistas. Contra Guti, Pietá teria 21,55% e o opositor 20,98%; 32% não opinaram e 25,43% anulariam ou deixariam em branco.

Contra Carlos Roberto (PSDB), o petista venceria com folga, segundo a pesquisa: 21,98% contra 18,4%; 32,6% não opinaram e 27% prefeririam anular ou deixar em branco nessa hipótese.

A pesquisa Sebram aponta que Elói Pietá perderia no segundo turno se o concorrente fosse Martello. O opositor chegaria a 25,86% e o petista não passaria dos 20,55%. Foram 28% os que não opinaram quando é esse o cenário e 25,57% disseram preferir anular ou deixar em branco a votar em um desses dois postulantes.

Rejeição

Quando a pergunta é “Em qual desses você não votaria de jeito nenhum”, Elói Pietá (PT) é o mais citado, com 18,1%; Carlos Roberto (PSDB) é o segundo em rejeição. com 7,18%; os demais oscilam em torno de 3%. Não opinaram 35,78% das pessoas ouvidas e outras 19,68% disseram que anulariam.