PSB apoia Haddad, mas França quer se manter neutro em São Paulo

O governador de São Paulo e candidato à reeleição, Márcio França (PSB), disse nesta segunda-feira, 8, que vai defender a neutralidade de seu partido no segundo turno da eleição presidencial. A sigla fará amanhã, 9, um encontro em Brasília para discutir o assunto. “Se depender de mim, não vai apoiar ninguém. São Paulo tem que fazer a unidade“, afirmou.