PSB estadual e de Guarulhos divergem da decisão nacional e pregam neutralidade

O PSB de Guarulhos divulgou nota oficial, segundo a qual diverge da posição assumida pela direção nacional da sigla, que decidiu pelo apoio ao candidato do PT no segundo turno da eleição presidencial, Fernando Haddad. Como o partido liberou os candidatos a governador que disputam o segundo turno, no Distrito Federal e em São Paulo, o PSB paulista definiu por não apoiar nem o petista, nem Bolsonaro.

Segue a nota do prefeito Guti:

“Diante da decisão do Diretório Nacional do PSB, nesta terça-feira, dia 9, em relação ao posicionamento do partido no segundo turno das eleições presidenciais, fui a Brasília e, junto ao Diretório Estadual, nos posicionarmos contrários à decisão.

Entendemos que São Paulo, o maior Estado do Brasil, tem a função de guiar o País para fora dessa crise, independentemente de quem será o presidente.

São Paulo precisa ser capaz de dialogar, de maneira republicana, com todas as frentes para colocar em prática as soluções necessárias para uma sociedade melhor.
Fazer uma política nova é antes de tudo promover a união através do diálogo para objetivos concretos, realizáveis e focados no bem-estar coletivo.

Por essas razões, o PSB em São Paulo e em Guarulhos não apoiará Fernando Haddad do PT à Presidência, mantendo a neutralidade.”