Por Tamiris Monteiro
Arquitetas: Andrea Teixeira e Fernanda Negrelli
Fotos: Martin Szmick
Foto: Banco de imagens

Que tal dar um up na decoração da casa, de forma simples e prática? Para quebrar a monotonia dos ambientes, sem gastar muito, é possível investir em itens básicos como quadros, fotografias e gravuras. Apesar de serem opções decorativas aparentemente simples, uma boa composição com esses objetos pode resultar em espaços com mais vida e personalidade e isso vale para salas, cozinhas, quartos, escritórios e até banheiros.

Contudo, para tornar o processo mais fácil e repaginar o ambiente com mais agilidade, uma opção para não ter que furar as paredes nem sair pendurando quadros ou porta-retratos, é usá-los apoiados em bancadas ou no chão. Esse recurso, novidade no mundo da decoração, confere um visual mais moderno e diferenciado. “Não furar a parede torna a composição muito mais interessante. Os quadros podem ser simplesmente encostados na parede, apoiados no chão ou também em algum móvel, como aparador, cômoda, sofá, cabeceira de cama, entre outros”, ensina Priscilla Costa, gerente de relacionamento da rede especializada em decoração de paredes Moldura Minuto.

quadros-apoiados-no-chaoDicas da profissional

  • Em casas com crianças ou animais domésticos, é importante, para que não corra o risco dos quadros escorregarem, fixá-los na parede de forma discreta, que não pareçam estar presos.
    Nesse caso, melhor substituir
    o vidro por acrílico.
  • Outra ideia é usar adesivos de silicone para fazer um apoio para os quadros não escorregarem.
  • A composição pode ser montada usando quadros de diversos tamanhos e cores; o que precisa ser observado é se as peças combinam entre si.
  • Fazer sobreposição de quadros pode trazer um efeito bacana; por isso, prefira os quadros maiores atrás e os menores na frente.
  • Quadros grandes podem ser apoiados no chão e ganhar “status” de mobiliário. Com essa função, o quadro maior chama mais a atenção do que fora da parede; no entanto, colocado dessa maneira, é precisa ter muito cuidado para que ele “converse” com o restante. da decoração.