R$ 51,9 bilhões em operações suspeitas

Em depoimento à CPI da Petrobras, nesta terça-feira, o presidente do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), Antonio Gustavo Rodrigues, informou que desde a deflagração da Operação Lava Jato foram enviados à Polícia Federal 267 relatórios, detalhando movimentações financeiras suspeitas, somando R$ 51,9 bilhões e envolvendo 27.579 pessoas físicas e jurídicas
Rodrigues deixou claro que o fato dessas operações serem suspeitas não quer dizer que sejam irregulares e que os levantamentos começaram muito antes de ser deflagrada a Operação lava Jato pela PF.
Se as pessoas que fizeram essas operações cometeram algum ilícito, não cabe ao COAF apontar, segundo esclareceu. É a Policia Federal e o Ministério Público Federal que têm a competência de apurar se houve algum delito financeiro.