Rebeca fica em 11o. na Ginástica Olímpica e é a melhor entre as brasileiras

A guarulhense Rebeca Andrade, que nasceu em Guarulhos, treinou no Ginásio Bonifácio Cardoso até os 12 anos e de lá para cá defende o Flamengo, no Rio de Janeiro, sagrou-se a melhor entre as ginastas brasileiras nas Olimpíadas deste ano.
Ela sonhava com o pódio nesta quinta-feira, mas cometeu falhas na trave e acabou em 11o. lugar, apesar de ter ido bem na classificatória, no salto.
Afirmou estar feliz com o resultado, porque é significativo ficar em 11o. entre atletas do mundo todo, em sua primeira Olimpíada e tendo apenas 17 anos.

Jade sai em cadeira de rodas

Já a brasileira Jade Barbosa teve dores fortes no tornozelo direito em uma acrobacia de solo e precisou ser retirada da prova em uma cadeira de rodas. Uma resonância magnética identificará a lesão que sofreu.