Retinopatia diabética

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, cerca de 13 milhões de brasileiros – 6,9% da população brasileira – vivem com diabetes. A doença é silenciosa e pode trazer consequências graves e irreversíveis em diversos órgãos.

A retinopatia diabética é uma das principais causas de cegueira definitiva, em um processo em que há alteração dos vasos retinianos, com formação de vasos irregulares, o que provoca sangramento dentro do olho. O diagnóstico da doença é possível por meio do mapeamento da retina ou exame de fundo de olho. “Se o paciente detectar precocemente a doença e fizer o tratamento, preserva-se a visão. Porém, para aqueles diagnosticados tardiamente, é possível que o tratamento não seja capaz de recuperar totalmente a visão. É essencial que, ao descobrir o diabetes, a pessoa faça uma consulta com um oftalmologista. O controle glicêmico é imprescindível para retardar o aparecimento do problema ou diminuir sua gravidade”, explica o Dr. Ramon Antunes de Oliveira, especialista em retina do Hospital de Olhos Paulista.