Revista me ensinou a amarrar tênis, aos 62 anos

Para que se tenha noção de quanto a simples leitura de uma revista pode nos ensinar, relato o que aconteceu comigo ao receber a edição da Dossiê Superinteressante de junho, cujo tema de capa é “Faça você mesmo”.

capa1n_espsuper

Uma das chamadas atraiu-me, porque várias vezes ao dia eu tinha de amarrar os sapatos, pois os cordões teimavam em afrouxar-se ou mesmo soltar-se. O titulozinho dizia que eu aprenderia a amarrar tênis de um jeito que “não solta nem a pau”. Pensei: “Será possível que há um jeito diferente do que sempre fiz, desde criança, e que o aprenderei aos 62 anos de idade?”

Fui direto à página indicada, li a explicação, observei as figuras e não me parecia lógico que aquilo funcionasse. Mas, resolvi pôr à prova e comprovei que funciona. Reproduzo aqui a ilustração e a dica, cogitando que possa ser útil a muitas pessoas. A Editora Abril não há de ficar aborrecida comigo, pois, ao mesmo tempo em que estou reproduzindo gratuitamente essa informação, estou também fazendo uma propaganda gratuita da publicação deles. Ah! São 165 dicas superinteressantes.

Como sou editor de revistas, conforta-me imaginar que muitas das edições da Weekend e da RG possam também ter sido úteis de alguma forma aos leitores que nos prestigiam.