A Rússia começou a realizar ataques aéreos na Síria nesta quarta-feira, 30, tendo como alvo equipamentos militares, comunicações e depósitos de armas, munição e combustível do Estado Islâmico. Informou a agência Interfax.

Vladimir Putin, presidente russo, disse que a única maneira de enfrentar os terroristas é agir preventivamente, afirmando que o envolvimento militar russo no Oriente Médio vai apenas envolver a Força Aérea e será temporário.