A secretária de Serviços Públicos, Creusa Salete de Oliveira Marra, divulgou a previsão orçamentária para 2017 durante audiência pública da Lei Orçamentária Anual (LOA). A apresentação foi realizada na quarta-feira, 23, na Câmara de Guarulhos. A secretária destacou os gastos que mais impactam o orçamento: a coleta de lixo feita pela Quitaúna, que equivale a R$ 112 milhões e a folha de pagamento dos funcionários públicos, que equivale a 57,9 milhões. A locação da frota de veículos, caminhões e máquinas consome R$ 7,5 milhões do orçamento.

O grande desafio dos próximos gestores, segundo Marra, será a implantação de um novo cemitério municipal. “O prefeito que assumir deverá entender que essa não é apenas uma demanda da Prefeitura, mas da cidade.” Na região do Lavras, há uma grande área com perfil para criação de cemitério, que passa por avaliações da equipe técnica para analisar as condições do solo e do meio ambiente. “A população aumentou, mas o número de cemitérios não”, criticou Marra.

Questionada pelos parlamentares sobre o alto custo dos serviços funerários, a secretária explicou que 180 famílias são beneficiadas mensalmente com a gratuidade, entretanto, elas precisam se enquadrar em um requisito básico: ter renda familiar de até meio salário mínimo por pessoa. A Secretaria trabalha com administrações regionais descentralizadas, grupos de coleta seletiva, pontos de entrega de resíduos sólidos, limpeza de boca de lobo, capina de mato em área pública, carpintaria, fábrica de blocos, reaproveitamento de resíduos de construção, entre outros serviços.