Supermercados paulistas abrem quase 6 mil empregos em novembro  

Ao todo foram criados 5.938 empregos líquidos, completando o quinto mês consecutivo de crescimento de vagas abertas no setor

 

Após um primeiro semestre com abertura de postos de trabalho abaixo do esperado, o setor supermercadista vem mantendo o bom desempenho e, pelo quinto mês consecutivo, registrou aumento no número de empregos. Em outubro, os supermercados paulistas criaram 5.938 vagas, conforme dados divulgados pelo CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) e analisados pela APAS – Associação Paulista de Supermercados. Este é o terceiro melhor novembro para a série desde 2011. 

Este resultado é considerado bom e tradicional para o mês, já que novembro é sempre o pico das contratações. Dezembro é outro mês de crescimento de empregos no setor, mas, mesmo assim, a projeção feita pela APAS de encerrar o ano de 2018 com mais de 12 mil vagas criadas no setor é difícil de se concretizar.

“O ano de 2018 foi extremamente difícil, com cálculos na ordem de 500 milhões de reais perdidos pelo setor devido à greve dos caminhoneiros e à retomada lenta da economia. As 12 mil vagas previstas para o setor supermercadistas não serão atingidas e ficarão entre quatro e cinco mil contratações”, explicou o economista da APAS, Thiago Berka. Em 2017, foram criadas 8.592 vagas.

“Em relação ao desempenho para novembro, os super e hipermercados tiveram o melhor novembro dos últimos oito anos, e os hortifrútis tiveram o melhor dos últimos nove anos. Por outro lado, os atacados, atacarejos, minimercados e mercearias não apresentaram um novembro tão bom assim”, avaliou Berka.