Um homem foi preso suspeito de ser o responsável pela agressão ao candidato do PSL à presidência, Jair Bolsonaro, na tarde desta quinta-feira, 6, durante ato político em Juiz de Fora (MG). Identificado como Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, ele foi conduzido para a Delegacia da PF daquele município.

A Polícia Federal informou em nota que o candidato contava com a escolta de policiais federais quando foi atingido por uma faca durante o ato público. Foi instaurado inquérito policial para apurar as circunstâncias do fato.

Bolsonaro já está em cirurgia. Segundo entrevista rápida do porta-voz do hospital, o candidato tem uma perfuração na altura do abdômen. O seu quadro de saúde é estável.

Bolsonaro é esfaqueado durante ato político em Juiz de Fora