Por Tamiris Monteiro

Que tal renovar a decoração da casa sem fazer grandes reformas, nem gastar muito? Uma alternativa para dar aquela repaginada em ambientes como quarto, sala e cozinha, é investir nos tecidos de parede. Com um custo mais baixo do que os papéis de parede, o tecido também pode ser encontrado em diferentes texturas e estampas. Porém, nem todos os tecidos que são vendidos nas lojas têxteis podem ser utilizados para revestir a parede.
Para quem sair à procura do material em lojas especializadas apenas em tecido, o mais indicado é dar preferência aos de tapeçaria, como, por exemplo, tricoline 100% algodão ou jacar, e escolher aqueles que sejam mais resistentes à luz e ao calor. Já em lojas especializadas em papel e tecido de parede, como a Simplastic, voltada para o comércio de artigos para tapeçaria, é possível encontrar produtos mais específicos, como os tecidos impermeáveis. “Trabalhamos com ambos os produtos e apesar de existirem muitos papéis de parede, inclusive com qualidades diferentes, notamos que os tecidos apresentam uma durabilidade maior”, afirma o subgerente Samuel.
Além disso, as vantagens de apostar no tecido são praticamente as mesmas de apostar no papel de parede, com diferenças apenas nas formas de aplicação e limpeza. Segundo Samuel, a colocação do tecido é simples e pode ou não ser feita por um profissional. “Para aplicar o tecido é preciso ter uma cola apropriada e a parede deve estar limpa, sem pó, lisa e pintada”, ensina. Vale ressaltar que, ao optar fazer a aplicação do tecido sem ajuda profissional, é necessário fazer o trabalho em duas pessoas, pois depois que a cola for passada na parede, é preciso esticar bem o pano e passar uma espátula para o pano aderir à superfície e ficar sem bolhas. Se ficar com bolhas, uma dica é furar o local com uma agulha e liberar o ar.
Ainda de acordo com Samuel, o tecido de parede não pode ser colocado em paredes com mofo ou umidade, porque como as colas utilizadas na aplicação são à base de água, com o tempo a umidade faz o tecido descolar. Para limpar o tecido, pode ser usado aspirador para remover o pó, pano úmido com detergente e, no caso dos impermeáveis, é possível até molhá-lo.

Tecido x papel de parede

Os tecidos vêm em cortes mais largos – 1,40m ou 2,80m – do que os papéis de parede e são mais baratos, mas, por outro lado, dão um pouco mais de trabalho na hora da aplicação. A durabilidade depende da instalação e do uso, já que a exposição ao Sol, por exemplo, pode desbotá-los facilmente.

Tanto um como o outro só podem ser aplicados em paredes de superfície lisa e sem infiltrações. Locais úmidos, como banheiros e áreas externas devem ser evitados, pois o contato da cola com a água pode fazer com que ela amoleça.

Em relação a tonalidades e estampas, os papéis de parede costumam ter mais opções. Além disso, podem ser encontrados em três tipos: o simples, que leva apenas celulose em sua composição, o vinílico e o de tecido e celulose juntos. Todos são vendidos em rolos com larguras de 50 centímetros a 1 metro por 10 metros de comprimento. Os papéis vinílicos são bem práticos, pois aceitam limpeza com pano úmido. Contudo, os outros só aceitam aspirador, espanador ou pano seco.

Dicas do blog DCoração

Onde compro essa tal cola permanente?

Em lojas de material para silk-screen ou em boas papelarias. (A Simplastic também vende)

Dá pra revestir de tecido uma parede com textura?

Sim, dá pra aplicar em cima de parede com textura. Mas é bom testar num pedaço, porque o tecido não ficando retinho, vai haver diferença em como a estampa aparece.

Estraga a parede?

Não. Se a parede estiver íntegra quando você aplicar o tecido, nada acontece, não arranca pedaços. Mas, sim, fica uma parede grudenta por causa da cola.

O que você vai precisar para colocar a mão na massa

• Tecido suficiente para cobrir a parede;
• Cola branca ou de contato;
• Rolo e bandeja de pintura;
• Tesoura e estilete;
• Fita crepe.

Simplastic
Av. Otávio Braga de Mesquita, 412
Vila Fátima – Guarulhos / SP
11 2468-8030