Tendência do PDT é indicar vice de Eli

Apurei que a tendência do presidente da Câmara Municipal, Prof. Jesus, é permanecer no PDT, em vez de migrar para o DEM, partido do deputado federal Eli Corrêa Filho (Adriano Eli Corrêa), que é precandidato a prefeito de Guarulhos, embora eles sejam muito próximos.

Segundo o presidente local do PDT, ex-vereador Armando Matos, o partido está estruturado para ter uma chapa de candidatos de peso a vereadores, cacifando-se a indicar o candidato a vice de Eli Corrêa, ou de outro postulante à Prefeitura que valorize esse potencial de votos.

O vereador Heleno Metalúrgico já passou a fazer oposição à gestão do prefeito Almeida (PT) e Jesus já tem tomado algumas atitudes contrárias aos interesses da Administração, na condução de seu cargo no Legislativo. Além deles, o PDT deve contar com os ex-vereadores Gasparino Romão Filho, Silvana Mesquita e Francisco Barros na chapa de candidatos à vereança.

Armando entende que, qualquer que seja o candidato do PT a prefeito, terá dificuldades de reunir um bom time de candidatos a vereadores, pois, na atual fase do PT, tanto em nível local quanto nacional, será difícil alguém dispor-se a pedir votos para o candidato petista.

Dessa forma, os partidos que conseguirem reunir uma boa chapa de postulantes à Câmara tendem a ser paparicados pelos candidatos a prefeito que façam oposição ao PT.

Resta saber quem reunirá mais argumentos para convencer esses partidos a cerrar fileiras. Para Armando, só dinheiro não resolve. Se o candidato estiver muito fraco nas pesquisas eleitorais, será difícil reunir partidos bem nutridos de candidatos.

Se a análise que ele faz está certa ou errada, o tempo dirá.

Valdir Carleto