Três destinos para curtir os feriados prolongados de 2017

Depois das festas de fim de ano e das férias escolares, um ano com pelo menos cinco feriados prolongados parece muito animador, não é mesmo? Ainda mais quando se trata de aproveitar esses dias para viajar. Então, pensando nessas folguinhas de três ou quatro dias que algumas semanas darão, separamos quatro destinos para você fazer de carro. Programe-se!

Areia que Canta, um dos pontos turísticos mais visitados de Brotas. Localizado no hotel fazenda de mesmo nome.

Brotas (SP)

Conhecida como a capital do turismo de aventura no Brasil, Brotas oferece diversas atividades como rafting, boia-cross, canionismo, cachoeirismo, rapel, arvorismo, cicloturismo, circuito de tirolesas e trekking, atividade que consiste em uma caminhada por trilhas naturais que levam às cachoeiras, rios e locais de pura natureza na cidade. Tudo vai depender do seu grau de coragem e condicionamento físico. A cidade tem mais de dez cachoeiras abertas à visitação; nascentes de águas cristalinas, destaque para a Areia que Canta; e o Rio Jacaré Pepira Mirim, onde é praticado o rafting.  Também vale a visita ao planetário CEU (Centro de Estudos do Universo). Os passeios e atividades são acompanhados por guias. Atente-se às orientações e operadoras de turismo certificadas para melhor segurança.

Distância: Partindo do Centro de Guarulhos – 248 a 275 km, dependendo da rota escolhida.

Informações: www.brotasonline.com.br

Avaliação de uma colaboradora do site TripAdvisor

Conhecer a nascente da areia que canta é realmente indescritível. Mergulhei na corredeira, fui na hidromassagem natural e na prainha. O passeio (R$ 60) durou 2 horas e meia. Não agendamos, mas acredito que grupos maiores devam agendar com antecedência, pois tem limite de pessoas por horário. Pude ver que muitas pessoas vão até lá só para fazer esse passeio, no entanto o hotel não oferece nenhum vestiário para os visitantes passarem uma água no corpo e se trocar. Nisso poderiam melhorar. O almoço (R$ 55) é comida caseira (uma delícia) e sobremesa com doces de vó à vontade, bebida à parte.

 É sempre bom verificar as avaliações de quem já foi, em sites como o TripAdvisor e o Booking.

Caverna Água Suja localizada no Parque Estadual do Petar. Foto: JF DIORIO/AE

Petar – Iporanga (SP)

Quem diria que São Paulo teria um lugar tão fascinante quanto Petar (Parque Estadual Turístico Alto do Ribeira), que abriga a maior porção de Mata Atlântica preservada do Brasil e mais de 300 cavernas, sendo 12 abertas à visitação. Localizado entre as cidades de Iporanga e Apiaí, o parque é recheado de atrativos naturais como montanhas, vales, cachoeiras e rios de águas cristalinas, além das cavernas. Um lugar para quem não tem fobia e possui sangue aventureiro.

Quatro núcleos compõem a região: Santana, Ouro Grosso, Casa de Pedra e Caboclos. Os mais frequentados são os dois primeiros e, dos quatro, somente o Núcleo da Casa de Pedra não cobra para entrar. O ingresso custa R$ 12, sendo que maiores de 60 e menores de 12 anos não pagam. Estudantes com comprovante escolar pagam meia entrada. A presença do Monitor Ambiental é obrigatória na visitação em todas as cavernas e na maioria dos atrativos. Consulte as agências locais antes de ir para a região.

Distância: Partindo do Centro de Guarulhos – 339 a 378 km, dependendo da rota escolhida.

Dicas de quem foi | Tata Ribeiro – Atriz

Tata ao centro

Fui para o Petar com duas amigas, em dezembro. Ficamos hospedadas em Apiaí, cidadezinha próxima ao Petar. Nos hospedamos no Hotel Burkner, e os quatro dias de hospedagem custaram R$ 140 para cada uma, incluso um café da manhã “divônico”. Em Apiaí tem um restaurante e cantina chamado Tuk’s no qual vale a pena sair para jantar (a cidade é bem pequena, esse é um lugar gostoso e charmosinho). Para ir ao Petar contratamos um guia, pois no parque não é possível fazer os passeios sem eles. O guia cobrou R$ 250 por dia (dividido para nós três) pelo passeio, equipamentos de segurança e transporte. No Petar não tem lugar para comer, então é bom levar lanches e água na mochila. Para os passeios tem que trajar tênis (dica: tênis de trilha ou algum tênis antiderrapante), calça e camiseta. Visitamos algumas cachoeiras e piscinas naturais e seis cavernas. É tudo maravilhoso. Recomendo principalmente as cavernas: Santana, Água Suja, Ouro Grosso e Alambari de Baixo. As trilhas dessas cavernas são de nível médio, e a maioria possui trechos com água. Mas é emocionante se banhar em uma cachoeira dentro de uma caverna. Pelo grau de dificuldade da trilha, tanto externa quanto interna, não recomendo tanto a caverna Teminina. Pela distância, essa é uma caverna que levará o dia todo. Lá se encontra um chuveiro natural que, sem dúvidas, é belíssimo, mas achei as outras cavernas mais encantadoras. Preciso voltar ao Petar porque ainda faltam mais seis para conhecer (são 12 abertas para visitação). Há a Cachoeira sem Fim que fica fora do parque, mas os guias levam, que vale muito a pena. É linda. Sem dúvidas, o Petar é um lugar incrível para quem gosta de aventuras e desafios.

Informações: www.petaronline.com.br

Capitólio (MG)

De repente, Capitólio começou a aparecer nas redes sociais. Fotos de cânions de até 20 metros e rios de águas cristalinas verde-esmeralda começaram a chamar a atenção para esse cenário cinematográfico localizado no interior de Minas Gerais.

O Lago de Furnas, conhecido como o Mar de Minas, é um dos principais atrativos da região, onde é possível fazer passeios de escuna, chalana ou lancha para apreciar os cânions, cachoeiras e piscinas naturais. Também vale a pena conhecer a Cachoeira Lagoa Azul num passeio de escuna que parte da pousada de mesmo nome. O roteiro inclui paradas nos cânions e nas cachoeiras Cascatinha e Canto dos Tucanos.

Distância: Partindo do Centro de Guarulhos – 470 a 480 km, dependendo da rota escolhida.

Para os adeptos de esportes, a pousada Trilha do Sol oferece trekkings que conduzem às quedas do Grito e do Poço Dourado, perfeitas para banhos. Os roteiros devem ser agendados e há taxa de preservação.

Informações: www.feriasbrasil.com.br/mg/capitolio.

Prepare o carro

Antes de cair na estrada é preciso atentar-se à manutenção básica do carro, que de acordo com Edgar Versace Junior, sócio das lojas Troca de óleo Nova Era, Auto Center Nova Era e Soma Centro Automotivo, inclui a troca de óleo, alinhamento e balanceamento, limpeza de bicos e troca de velas e cabos de velas, correia dentada, pastilhas, fluídos (óleo do motor e dos freios) e dos filtros (ar e combustível). “Os problemas acarretados com a falta de manutenção vão desde o desgaste irregular dos pneus, que pode acontecer por falta de alinhamento; até a fundição do motor, quando a troca de óleo não é feita regularmente”, alerta Edgar.

Dica: Faça a revisão preventiva gratuita antes de viajar. Leva cerca de 1 hora e meia na Auto Center Nova Era.

Confira opções de lugares para cuidar do seu carro:

Auto Center Nova Era
Avenida Avelino Alves Machado, 127/163/181
2441-4622/ 2443-2679

Wash Quality Guarulhos
Avenida Timóteo Penteado, 942, Vila Hulda (dentro da Rinno)
4307-4840 / 98703-0146

Agnus Reparação Automotiva
Rua Soldado José de Andrade, 579, Jardim Santa Francisca
2440-0511 / 2440-9364

Grupo V.G
Rua Maria Elisa, 132, Taboão
Av. Rio Real,364, Jd. Presidente Dutra
Estrada Presidente Juscelino Kubitscheck de Oliveira, 2.500, Pimentas
2402-4611

Revolução Auto Center
2304-2664 / 96277-2621
Rua Antonio Avelino, 540, Vila Augusta

Abaixo, confira a trilha sonora que preparamos para a sua viagem:

Feriados prolongados:

28 de fevereiro – Carnaval (terça-feira)
14 de abril – Sexta-feira da Paixão
21 de abril – Tiradentes (sexta-feira)
1° de maio – Dia do Trabalho (segunda-feira)
7 de Setembro – Independência do Brasil (quinta-feira)
2 de novembro – Dia de Finados (quinta-feira)