TRT-2 suspende greve no transporte coletivo em Guarulhos e Arujá

Foto: TRT2-SP/Divulgação

Audiência de conciliação realizada na manhã desta sexta-feira, 10, envolvendo os sindicatos patronal e de empregados do transporte público de Guarulhos e região, resultou na suspensão da greve de ônibus.

O vice-presidente judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2), desembargador Rafael Pugliese, iniciou conciliação na quinta-feira, 9, ainda como um acordo pré-processual, mas decidiu pela conversão em dissídio coletivo de greve. “A medida foi tomada em razão do interesse público envolvido”, afirmou o magistrado.


Foto: Assessoria de Imprensa – Secom/TRT-2/Divulgação

Os pontos da conciliação sugeridos pelo desembargador incluem aumento salarial pelo INPC ou de 5% (o que for maior); o não desconto das horas paradas em greve, mediante compensação; e manutenção das demais cláusulas da convenção anterior, com o mesmo reajuste aplicado ao salário, com exceção da PLR, que manterá os mesmos valores praticados na norma anterior.

O sindicato dos trabalhadores (Sincoverg) se comprometeu a providenciar o imediato retorno de todos os trabalhos que assegurem o funcionamento regular do transporte público. Uma assembleia está marcada para as 17h desta sexta, 10, para deliberar sobre os termos da conciliação. O julgamento será realizado nesta segunda-feira, 13.

MULTA

O Sincoverg foi multado em R$ 100.000,00 por ter desacatado a ordem judicial de manter 70% da frota em horário de pico e 50% nos demais horários (entrepico).

*Com informações da assessoria de comunicação do TRT2-SP