Vacinação contra o sarampo em Guarulhos é ampliada para bebês de seis a 11 meses

Campanha de Vacinação contra o sarampo - Foto: Carlos Bassan/Digulgação

Guarulhos entrou na lista das 39 cidades com recomendação para vacinar crianças entre seis e 11 meses de idade contra o sarampo. Nesta segunda-feira (12) a Secretaria de Saúde recebeu a Nota Informativa nº 1/2019 do Centro de Vigilância Epidemiológica estadual com essa determinação, que ficará em vigor até quando os municípios não apresentarem casos confirmados da doença nos últimos 90 dias.

Ao contrário da campanha destinada aos jovens de 15 a 29 anos, que termina nesta sexta-feira (16), a suspensão da imunização do público menor de um ano de idade será comunicada pelo Ministério da Saúde no momento oportuno, de acordo com a nota. As doses estão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

A inclusão dessa nova faixa etária no calendário se deve ao fato de o Brasil ter registrado, nos últimos 90 dias, cem casos de sarampo em crianças entre seis e 11 meses, o que corresponde a um coeficiente de incidência de 18,1 casos para cada 100 mil habitantes. Além disso, essa faixa etária tem risco aumentado para complicações, hospitalizações e mortalidade, segundo a Nota Informativa nº 184/2019 do Ministério da Saúde.

Portanto, a recomendação é para que todos os bebês nessa faixa etária que residam nas 39 cidades em situação de surto de sarampo sejam vacinados. Da mesma forma, aqueles que vão se deslocar para um desses municípios também devem tomar uma dose da vacina SCR (que protege contra sarampo, caxumba e rubéola) com 15 dias de antecedência.

As cidades em situação de surto são Atibaia, Barueri, Caçapava, Caieiras, Campinas, Carapicuíba, Diadema, Embu das Artes, Estrela d’Oeste, Fernandópolis, Francisco Morato, Guarulhos, Hortolândia, Indaiatuba, Itapetininga, Itaquaquecetuba, Jales, Jundiaí, Mairiporã, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Peruíbe, Pindamonhangaba, Praia Grande, Ribeirão Pires, Ribeirão Preto, Rio Grande da Serra, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba, Sumaré, Taboão da Serra e Taubaté.

Demais doses

Vale destacar que a dose administrada nos menores de um ano não isenta os pais de seguir com o esquema vacinal de rotina. Portanto, as crianças de seis a 11 meses imunizadas agora devem receber a vacina SCR com um ano de idade, sendo que o intervalo mínimo entre uma e outra deve ser de 30 dias. Na sequência, aos 15 meses, os bebês deverão tomar a tetra viral, que além de sarampo, caxumba e rubéola protege contra a varicela.

Na vacinação contra o sarampo de rotina, o calendário nacional estabelece duas doses (com intervalo mínimo de 30 dias) para as pessoas na faixa etária de um a 29 anos de idade e uma dose para aquelas que têm entre 30 e 59 anos. Já quem tem 60 anos ou mais não precisa se vacinar. Porém, nas ações de bloqueio da doença, em locais com casos suspeitos, a imunização é realizada de modo indiscriminado a partir dos seis meses, sem limite de idade.

*Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Guarulhos