O vereador Romildo Santos (DEM) denunciou nesta terça-feira, 24, a retirada de mercadorias dos vendedores autônomos que trabalham nas imediações do Aeroporto de Guarulhos. Os trabalhadores participaram da Sessão para buscar a ajuda dos parlamentares. “Os seguranças não podem tomar as mercadorias dos trabalhadores de forma truculenta”, afirmou.

Na opinião de Zé Luiz (PT) houve abuso de poder. “As pessoas foram agredidas pelos seguranças e tiveram seus produtos roubados.” Laércio Sandes (DEM) disse que a atribuição de fiscalizar é da Prefeitura, não dos seguranças, portanto, eles exerceram de forma ilícita essa atribuição.

O vereador João Dárcio (PODE) disse que essa não é a única irregularidade cometida pela empresa que administra o Aeroporto e propôs a instauração de uma Comissão de Inquérito para investigação da GRU Airport pela falta de pagamento dos impostos para o município. O vereador Eduardo Carneiro (PSB) afirmou que apoia a criação da Comissão de Inquérito. “Essa discussão é antiga e chegou o momento de os parlamentares tomarem uma atitude.”