Verba do carnaval deveria ter sido usada em prevenção de enchentes

Os primeiros desfiles previstos para o carnaval de Guarulhos, que seriam na noite de ontem, tiveram de ser cancelados, por causa dos estragos provocados pelas fortes chuvas que assolaram a cidade.

Falando ao Click Guarulhos, o secretário de Cultura, Edmilson Souza, enumerou as razões pelas quais não foi possível realizar os desfiles de ontem.

Fotos postadas no Facebook pelo vereador Laercio Sandes (PMN) (veja ao final) mostram que, de fato, não havia mesmo as mínimas condições para a realização. Tomara que para hoje seja possível deixar tudo em ordem para que o povo possa, finalmente, assistir aos desfiles dos blocos e escolas definidos para este domingo. Está descartada, de qualquer forma, a participação dos grupos que desfilariam na noite de ontem.

Verba mal empregada

Sandes lembra que, na quinta-feira, postou vídeo criticando a escolha do local para os desfiles, por considerá-lo inadequado para evento desse porte.

Vou mais longe: na crise que a Guarulhos atravessa – semelhante à da quase totalidade dos municípios -, teria feito muito melhor a administração Almeida (PT) se tivesse destinado a verba de mais de R$ 591 mil, dada somente às escolas, mais os valores aplicados na construção e demais utilidades para que o evento acontecesse; para ações de prevenção de enchentes, como a limpeza radical das vias públicas, desobstrução de bueiros e campanha de conscientização da população, por meio das equipes de agentes de saúde e dos que têm percorrido as residências na prevenção do mosquito transmissor de doenças.

Melhor destino teria a verba também se tivesse sido aplicada em melhoria dos serviços de saúde. Enfim, há uma infinidade de aplicações mais oportunas e importantes a fazer com o dinheiro público.

Alguém pode argumentar que o lazer também é importante, que carnaval é cultura e uma das poucas diversões do povo brasileiro. Porém, quando a verba é curta, o gestor tem o dever de aplicá-la no que é imprescindível. Não seria a primeira vez que o guarulhense ficaria sem desfiles de carnaval.

Se a verba tivesse sido aplicada na prevenção de enchentes, talvez hoje tivéssemos bem menos a lamentar.

Valdir Carleto