Vídeos usam linguagem lúdica para prevenir crianças contra o abuso sexual

Por Val Oliveira

Por definição, o carinho é uma maneira de externar sentimentos de afeto por meio de gestos como o afago ou carícia. E receber um “cafunezinho” pode ser bem reconfortante e prazeroso, não importa a ocasião ou idade. O problema é que um momento terno pode ser a abertura para práticas inconvenientes, que constituem ou levam ao assédio e abuso sexual. Se para um adulto, às vezes, pode ser difícil e embaraçoso detectar e fugir deste tipo de situação desagradável, para uma criança, que nem sempre sabe o que é sexo, pode ser ainda mais complicado.

Nesse sentido, a Rede Marista de Solidariedade – entidade que atua na defesa dos direitos de crianças e adolescentes – promove a campanha “Defenda-se!”, na qual orienta os pequenos, a fim de que eles possam reconhecer, identificar e “separar” carinhos bons dos abusivos, ou seja, autodefesa de crianças contra a violência sexual.

Empregando linguagem lúdica, os nove vídeos que até o momento foram disponibilizados na página do projeto tratam desse tema espinhoso com muita leveza e sensibilidade, o que fez render à última “historinha” lançada, de título “Conheça as expressões de carinho que são saudáveis”, cerca de 180 mil visualizações. “Até o momento, a campanha centrou esforços em ilustrar situações que as crianças devem evitar para defenderem-se do abuso e da exploração sexual. Por isso, nesse novo vídeo decidimos inovar na linguagem amigável criando uma história que mostrasse situações de afeto recíproco entre crianças e adultos, a fim de diferenciá-las de situações de carinho abusivo”, relata o coordenador Vinícius Gallon, na página da campanha.

Os vídeos são animados e de curta duração. São separados por assuntos que levam ao mesmo fim: a autodefesa das crianças. As divisões por tema são: não tenha medo nem vergonha de se defender; proteja sua imagem; não aceite carona de estranhos; não dê informações pessoais a quem você não conhece; conheça e proteja seu corpo; não aceite dinheiro ou presente em troca de carinho; no carnaval e nas férias, fique mais atento à autodefesa; conheça os canais de denúncia.

Canais de denúncia:

  • Orientações gerais sobre expressões de carinho saudáveis e abusivas e canais de denúncia, segundo o vídeo:
  •  Quando não gostar de algum tipo de carinho feito por alguém, diga não e conte para a mamãe ou para alguém que você goste e confie;
  •  Abraçar, beijar e ouvir histórias quando se está com saudade é muito bom. Você também pode pedir ajuda na hora de trocar de roupa, tomar banho ou ir ao médico. Mas toda vez que alguém quiser te beijar, abraçar, tentar encostar em suas partes íntimas ou pegar em você de um jeito que te deixe triste, com medo, vergonha ou machucado, diga não e conte tudo para alguém de confiança;
  •  Se não conseguir falar, também pode desenhar ou mostrar uma imagem que ajude a explicar o que aconteceu;
  •  Também pode ligar para o disque 100, ouvir as dicas e esperar alguém atender para ajudar. Acesse e saiba mais.

Confira os vídeos:

[td_video_youtube playlist_title=”Poder Empreendedor 31 de agosto:” playlist_yt=”btS4Jp22Yh0, HlMEEIDTFgY, 0f3Cgs0X8nA, XCop-iM36AU, Tygbs8gIs2Y, a2xl146ivYY, JA5poqqOx9o, vjwSPkguQxc” playlist_auto_play=”1″]