Villa La Angostura, na Argentina, pode ser desfrutada nas quatro estações do ano

Uma estância coberta de neve, a Noroeste da Patagônia Argentina, sobre a cordilheira dos Andes, na beira do lago Nahuel Huapi, na província de Neuquén, num vilarejo de 15 mil habitantes, com total infraestrutura hoteleira e atrativos para todas as estações do ano. Assim é Villa La Angostura, que fica a apenas 50 minutos do Aeroporto de Bariloche.

A região está no meio dos 7000 km² do Parque Nacional Nahuel Huapi, declarado reserva da Biosfera pela UNESCO. Levantamento recente aponta que cerca de 30% dos estrangeiros que visitam a Argentina são brasileiros. Segundo o Ministério do Turismo da Argentina, a expectativa é receber 1,5 milhão de brasileiros e atrair nove milhões de turistas para o país até 2020, criando 300 mil novos empregos dedicados ao turismo.

Antenada a esses números, a Villa La Angostura vem representando muito bem o país no quesito bom atendimento. Uma em cada duas pessoas que visita a Villa, retorna antes dos dois anos. Este é o maior orgulho dos empresários da região, que fazem questão de atender pessoalmente seus turistas, com muita simpatia, cordialidade e atenção.

A região é conhecida como o Jardim da Patagônia, pelas cores de seus bosques e jardins, que mudam constantemente. A água de seus lagos e córregos é tão limpa que pode-se beber. Já o ar, é 100% puro, algo difícil de encontrar nos dias de hoje. A única indústria do local é o turismo, com capacidade para receber aproximadamente
10 mil visitantes.

Chegar a Villa La Angostura é extremamente fácil. O aeroporto internacional Bariloche está a uma hora de carro, por um caminho às margens do lago Nahuel Huapí, o que faz da chegada um passeio com paisagens deslumbrantes.

Com o início do inverno, os turistas aproveitam para esquiar, praticar snowboard, fazer caminhadas com raquetas, esqui alpino, bunda-patin, tubbing e cavalgadas na neve. O grande diferencial está na paisagem, pois com a exuberante beleza da Patagônia, esquiar em Villa La Angostura se torna uma experiência única e inenarrável. Para os novatos no esqui, é imprescindível fazer pelo menos uma aula antes de se aventurar.

Cerro Bayo

O centro de esqui Cerro Bayo localiza-se quase dentro do povoado, a menos de 15 minutos de 80% dos hotéis. O local tem uma das 10 melhores vistas do mundo entre os centros de esqui. Para aqueles que não curtem esquiar, uma dica é sentar em algum restaurante do centro de esqui e ver os amigos e/ou família esquiarem. Além disso, almoçar com a incrível vista dos imensos lagos e magistrais montanhas, é uma experiência incrível.

Atividades

Villa La Angostura tem diversas atividades, o que faz o dia dos turistas ficar bem completo. Podem aproveitar para fazer atividades Kayaks, Cavalgadas, Trekking, Mountain bike, Canopy, Navegação, Campings na praia ou no bosque, Mergulho, Pesca embarcada, Hycking, Pesca com mosca/fly fishing (esportiva), Catamarãs, Bosque de arrayanes, Tirolesa, Rapel, Fourtrax e Avistamento de aves.

Três Estações

E, sim, em pleno verão, outono ou primavera, vale a pena reservar um dia somente para contemplar a paisagem, com um bom livro, um chá, um chocolate, ou em uma praia de areia vulcânica banhada por águas cristalinas, com os Andes ao fundo, ou no meio de um úmido e solitário bosque, com o silêncio perfeito como único companheiro.

Especial Inverno

Já no inverno, a opção é o calor aconchegante de uma chaminé e os bosques nevados. A cidade é toda feita com construções de pedra, vidro e madeira, pois a região é cercada por uma grande aldeia de montanhas. Nenhuma de suas construções supera os dois andares, nem os 12 metros de altura, com enormes e lindos jardins. Além do mais, o mágico Bosque de Arrayes, que também está em Villa La Angostura é conhecido pela rara beleza das árvores de diversas formas e cores canela, e, conta a lenda, inspirou os bosques do filme Bambi, de Walt Disney.

Tranquilidade

Villa La Angostura decidiu ser um destino não massificado. Todos seus serviços são na escala pessoal, desde seus hotéis, cabanas e pousadas, com poucas habitações e serviço personalizado, mesmo em seus restaurantes com poucas mesas e ótimos sabores.

Gastronomia

A gastronomia é outro ponto forte de Villa La Angostura. É quase uma obrigação que os turistas provem suas comidas típicas como trutas, cervo, javali, cordeiro, fungos, cervejas artesanais feitas com a água de seus lagos e, claro, seus chocolates artesanais. Porém as opções são muito variadas e os visitantes também encontrarão cozinha japonesa, germana, francesa, mexicana, espanhola e fusão.

Passeios

Uma ótima sugestão de passeio ao fim de tarde é visitar a Avenida Arrayanes, no centro da cidade. Uma pequena e intimista avenida, muito charmosa e com enorme variedade de produtos. Nela as pessoas encontram artigos esportivos, roupas e artigos de couro, livrarias, artesanato, roupas, souvenirs, chocolates, comidas típicas e os presentes que todos trazemos ao voltar de nossas viagens.

Villa La Angostura é exatamente o tipo de lugar que imaginamos nas montanhas, cálido, aconchegante, com bons serviços e variedade de opções. Criado para grupos de amigos, famílias e lua de mel. Porém com muitas aventuras, passeios e atividades para todos os gostos.

Serviço

O gasto diário por pessoa na Villa la Angostura, com hospedagem, alimentação e passeios, gira em torno de US$ 150 (sem aéreo). Na alta temporada (julho, agosto e setembro), com aéreo (ida e volta), em hotel 3 estrelas, com café da manhã (excelentes na região), um casal gasta cerca de US$ 2,5 mil (por uma semana de estadia). Mais informações: Villa La Angostura Turismo