Weekend e Click publicarão respostas dos dois candidatos

Foram enviadas às respectivas assessorias, estas perguntas para os dois candidatos a prefeito, cujas respostas serão publicadas na revista Weekend de sexta-feira, 28/10 e reproduzidas no Click Guarulhos.

As perguntas foram formuladas para que sejam respondidas de forma objetiva e sucinta, para que a revista possa publicar as respostas na íntegra.

  • A Prefeitura de Guarulhos está arrecadando muito menos do que o previsto e, portanto, não dá para manter a mesma despesa. É evidente a necessidade de reduzir o número de secretarias e coordenadorias. Quais as pastas que irá eliminar de imediato e quais outras assumirão as funções atualmente exercidas por elas?
  • Irá manter ou eliminar os cargos de secretário-adjunto?
  • Da mesma forma, vem sendo prometido reduzir o número de cargos comissionados. Pergunta-se: qual o número de cargos de livre nomeação entende ser imprescindível manter?
  • Muitos problemas da cidade decorrem da má educação de parte da população, como jogar lixo nas ruas e depositar entulho em lugares indevidos. O que pretende fazer para tornar a cidade mais limpa a curto prazo?
  • Apesar de ter construído várias estações de tratamento de esgotos, Guarulhos ainda não trata praticamente nada de seus dejetos. Considerando que o Saae deve altas somas à Sabesp, não se vê solução a médio prazo. É a favor ou contra entregar o saneamento básico da cidade à empresa do Estado? Caso negativo, como irá resolver a questão da dívida e como viabilizar que os esgotos sejam tratados?
  • A atual gestão, para implantar o Bilhete Único no transporte coletivo, fez com que o sistema alimentador com micro-ônibus passasse a só atuar na periferia, ligando-a aos terminais, dos quais linhas de ônibus transportam os passageiros até a região central. Se for o próximo prefeito, manterá esse sistema?
  • Pretende voltar a permitir as chamadas lotações para o transporte de passageiros, ainda que fazendo ligações interbairros, sem passar pela região central?
  • Se a Prefeitura está gastando o limite com folha de pagamento e não consegue manter médicos suficientes para atender em todas as unidades de saúde, como viabilizar a ampliação do horário de atendimento como vem sendo prometido?

As respostas devem conter, no máximo, ao todo, 1.600 caracteres, para que não seja preciso editá-las ou resumi-las. Devem ser respondidas até as 10h da quarta-feira, 26, impreterivelmente.

Ou seja, não adianta encher linguiça: tem de responder objetivamente.