O vereador Eduardo Carneiro (PSB), relator da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investigou o vice-prefeito Alexandre Zeitune por quatro meses e meio, conclui o relatório nesta sexta-feira, 6, declarando que o investigado não praticou nenhum crime de extorsão, sendo, portanto, inocente.

A saga de Zeitune começou quando misteriosamente um pendrive com 14 fragmentos de áudios foi deixado no escritório político do vereador Marcelo Seminaldo (PT), que ao ouvir o conteúdo, propôs a abertura da investigação. A solicitação do petista foi atendida por todos os edis. Confira o conteúdo de cada um áudios, clique aqui.

O Click acompanhou as investigações ao longo desses meses. Confira algumas matérias que resumem o que ocorreu nas reuniões.

Confira a transcrição dos 14 áudios de Zeitune

Seminaldo recebe mais dois áudios contra Zeitune

Zeitune expõe nome de empresário e operador durante reunião da comissão que o investiga

‘Operador’ é ouvido pela CEI que investiga os áudios atribuídos a Zeitune

Zeitune e empresário Paulo Zhu frente a frente no dia 11/06