Aterro da Klabin será investigado. Só agora?

O vereador Geraldo Celestino (PSDB) conseguiu 16 assinaturas de vereadores, das 11 necessárias para a instauração de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) para investigar e embargar o bota-fora da Klabin na rodovia Presidente Dutra. em postagem no Facebook, ele afirma: “Um absurdo o que acontece naquele aterro, vamos convocar técnicos da Cetesb, o secretário do Meio Ambiente de Guarulhos e cobraremos explicações, pois o volume de entulhos e terra está a 3 metros de altura do nível da Dutra. Ali naquele local é praticado crime ambiental todos os dias e ninguém toma providências! Na sessão de terça-feira a comissão será instaurada e presidida por mim, as reuniões da mesma serão abertas ao público e a imprensa”

Meu comentário:
Aplaudo a atitude do vereador Geraldo Celestino. Mas, me lembro de que há muitos anos, quando esse aterro começou e não havia tantos metros acima da rodovia, a então vereadora Luiza Cordeiro, que disputava com ele o mesmo eleitorado do Parque Cecap, clamava no deserto contra esse aterro, apontando para as evidências de que estaria sendo dizimada a várzea do Tietê. Se os parlamentares tivessem se unido contra esse absurdo na época, não haveria 3 metros acima do nível da Dutra. Aparentemente, a perspectiva de um megaempreendimento no local serviu apenas como pano de fundo para encobrir um imenso depósito de dejetos, mais conhecido como “bota-fora”,a exemplo do que foi feito com a área em que seria construída a tal Feira de Milão, na região do Taboão. Agora, o que se pode fazer: retirar tudo o que ali foi depositado por quase uma década? Agora Inês é morta!!

Valdir Carleto