Governo de SP anuncia expansão da Linha 2-Verde do Metrô só até a Penha

João Doria (PSDB), governador de SP - Foto: Governo do Estado de São Paulo

Trecho com 8,3 km não inclui Guarulhos

O Governador João Doria e o Secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, anunciaram nesta segunda-feira, 3, a retomada da expansão da Linha 2-Verde do Metrô. A reativação, segundo o pronunciamento, “será feita com o início imediato dos projetos executivos do trecho de 8,3 km e 8 estações, entre a Vila Prudente e a Penha”. Guarulhos, que esperava ser contemplada com a extensão e que aguardava há mais de 20 anos a chegada no Metrô à cidade, inclusive com promessas do próprio Doria durante a campanha eleitoral no ano passado, ficou de fora. Ainda segundo o governo, “a meta é iniciar as obras no primeiro trimestre de 2020, quando os projetos executivos estiverem aprovados.”

De uma forma mais concreta, a proposta de levar o metrô até Guarulhos vem desde 2014, ainda na gestão Alckmin. O projeto previa que a Linha 2 – Verde tivesse mais de 14 km e seria integrada a linha 12- Safira e a 13 – Jade da CPTM. Esta última, que chegou a Guarulhos em março do ano passado, com as estações Guarulhos-Cecap e Aeroporto, chegaria até os terminais do Aeroporto Internacional de Guarulhos/São Paulo.

Assista o vídeo do anúncio

O Governo do Estado de São Paulo informou que o investimento será de R$ 5,5 bilhões para a elaboração dos projetos, desapropriações e execução das obras civis do trecho Vila Prudente a Penha. “Parte deste valor já foi utilizado na desapropriação de 96,5% dos 226 imóveis necessários para a obra.”

O Metrô informou que ainda vai elaborar a licitação para a aquisição de 22 novos trens para a Linha 2 – Verde, sistemas de alimentação elétrica, sinalização e controle, telecomunicações, portas de plataforma e auxiliares.

As estações a serem construídas são: Orfanato, Água Rasa, Anália Franco, Vila Formosa, Guilherme Giorgi, Nova Manchester, Aricanduva e Penha. “Com o novo trecho, será possível transportar diariamente mais 377 mil pessoas na Linha 2 – Verde, que terá conexão direta com as linhas 3-Vermelha, 11-Coral (CPTM) e 15-Prata. Isso vai facilitar o deslocamento dos trabalhadores que saem da zona leste com destino às regiões da Paulista, sul e sudoeste da capital”, disse Doria. Segundo o Metrô, “também é estimada a melhora na distribuição dos passageiros pela rede de transporte sobre trilhos, em especial nas linhas 3-Vermelha e 1-Azul.”

Para a expansão da Linha 2, o Metrô informa que dividiu os trabalhos em oito lotes e contratou a execução em 2014, por meio de licitação. “Os contratos foram temporariamente suspensos, por causa das restrições orçamentárias e financeiras.”

Quando concluída a extensão até Penha, a Linha 2-Verde terá 23 km de extensão, com 22 estações desde a Vila Madalena. Passará a ser a linha de metrô mais extensa de São Paulo, conectando-se diretamente com as linhas 1-Azul (Paraíso e Ana Rosa) 3-Vermelha (Penha), 4-Amarela (Paulista), 5-Lilás (Chácara Klabin), 15-Prata (Vila Prudente) e 11-Coral (Penha), transportando mais de 1,1 milhão de pessoas por dia.

*Com informações do Governo do Estado de São Paulo