Idosa morre atropelada na Ponte Grande e corpo demora a ser recolhido

Uma senhora idosa foi atropelada na tarde de terça-feira, dia 23, na avenida Domingos Fanganiello, perto da esquina com a avenida Guarulhos.
Segundo informações de populares, a mulher havia saído do Supermercado Lopes. Não resistindo, faleceu no local. Uma viatura da Polícia Militar foi acionada e logo compareceu, isolando a área e desviando o trânsito para a rua Isabel Spina Perella.
O corpo da senhora foi coberto com papel-alumínio e ali permaneceu desde pouco depois das 15h até passar das 20h, aguardando a chegada do carro do SVO (Serviço de Verificação de Óbitos), para remoção ao IML (Instituto Médico Legal).
Moradores das imediações ficaram inconformados com a demora e enviaram reclamações ao Click Guarulhos. Comentaram sobre o transtorno que o desvio do tráfego causou, porque por ali passam veículos que seguem no sentido na Penha e no de Guarulhos. Mas, o maior motivo da queixa é o sofrimento da família da vítima, que, além da perda do ente querido, ainda fica refém da burocracia e da falta de estrutura do serviço público.
“Um verdadeiro desrespeito com a vida humana e com a dor das famílias”, desabafou uma vizinha do local. “Penso na família dessa senhora, até agora no asfalto. O IML da nossa cidade é lento assim?”, indagou ao portal. Nossa resposta: “Infelizmente, há muitos momentos em que essa demora é exagerada, devido a várias ocorrências em curto espaço de tempo e estrutura insuficiente para o atendimento. Além do que o corpo só pode ser removido após a perícia feita pela Polícia Científica”.