Incêndio em galpão do Aeroporto de Guarulhos pode ter sido ação criminosa

O incêndio que atingiu um galpão dentro do Aeroporto de Guarulhos na madrugada desta quarta-feira, 14, tem fortes suspeitas de ação criminosa. Um funcionário da GRU Airport informou à Band News que o incêndio ocorrido nesta madrugada foi idêntico ao registrado há cerca de dois meses, quando desconhecidos invadiram o galpão para furtar ferramentas e equipamentos e depois atearam fogo.

O galpão era da empresa G4S, responsável pelo corte de grama na base aérea.
 O imóvel atingido hoje foi erguido em outro local, ao lado, e, a exemplo do primeiro, também ficou totalmente destruído. Felizmente, não teve nenhum ferido. As chamas não atrapalharam as operações do terminal.